PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dudu quer pegar o Ceará e avisa: "Vai ser mais difícil que SP e Grêmio"

Dudu em ação pelo Palmeiras durante jogo contra o Grêmio - Daniel Vorley/AGIF
Dudu em ação pelo Palmeiras durante jogo contra o Grêmio Imagem: Daniel Vorley/AGIF

Do UOL, em São Paulo

18/10/2018 14h28

Dudu não quer nem saber em ser poupado para o Boca Juniors, na quarta-feira, pela semifinal da Libertadores. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (18), o atacante disse que quer jogar todas as partidas até o fim do ano e deixou claro que enfrentar o Ceará neste domingo vai ser mais difícil do que foi duelar com São Paulo e Grêmio.

No primeiro turno, as duas equipes ficaram no empate. O resultado foi uma das razões para a turbulência que resultou na queda de Roger Machado.

"Sinceramente, só pensamos no Ceará. Sabemos que vai ser muito difícil. Vai ser mais difícil do que pegar o São Paulo e o Grêmio. Eles estão lutando para sair do rebaixamento. Vai ser difícil. Precisamos conquistar a nossa vitória", analisou.

"Está todo mundo bem, todo jogador quer estar em campo. Que o time que ele monte possa ir forte e vença o jogo. Porque é muito difícil. Empatamos com eles na primeira fase. Eles vão jogar fechado. Espero que quem entre possa ajudar o Palmeiras", completou.

Com destaque novamente entre os garçons do elenco, Dudu disse que coloca os objetivos do grupo em primeiro lugar, mas admitiu que aumentar suas marcas tem um sabor especial. Em tom otimista, ele disse esperar terminar bem o ano atuando em todos os jogos.

"Desde 2015, eu estou entre os principais assistentes, mas quero aprimorar isso bastante. Espero fazer mais gols e dar mais assistências este ano. Faltam uns 12 jogos se tudo der certo. Espero atuar em todos e ajudar mais", finalizou.

Esporte