PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Thonny Anderson revela dicas de Renato e papo com Luan no Grêmio

Thonny Anderson tem sido usado no ataque do Grêmio por conta dos desfalques - REUTERS/Diego Vara
Thonny Anderson tem sido usado no ataque do Grêmio por conta dos desfalques Imagem: REUTERS/Diego Vara

Do UOL, em Porto Alegre

26/09/2018 19h02

O Grêmio, atualmente, não tem centroavantes à disposição e está se virando como pode. Thonny Anderson foi o mais recente jogador escalado na função e foi bem. Autor de um dos gols na vitória de virada em cima do Ceará, no último domingo, o meia-atacante revelou ter recebido ordens específicas e dicas de Renato Gaúcho. Além de realizar trocas com Luan.

A dupla alternou posicionamento perto da área rival para abrir espaços e ajudar na criação.

"O Renato vem me dando oportunidades ali na frente, mais adiantado e passando dicas. Me deixando bem à vontade para trabalhar ali. O que muda é ser um jogo de maior contato físico, jogo de costas para os zagueiros. Estou me adaptando mesmo e que bom que teve gol", disse Thonny Anderson, nesta quarta-feira (26), em entrevista coletiva.

Emprestado ao Grêmio pelo Cruzeiro, no negócio que levou Edilson ao clube mineiro, o meia teve bom início em Porto Alegre e depois parou em virtude de lesão. Agora, voltou a ser usado e na ausência de André e Jael - lesionados, é alternativa para a função avançada do ataque.

"Desde o início do ano tenho pensado em ajudar, quando for colocado vou ajudar. Nunca foi minha característica, joguei uns dois anos ali. Mas se o Renato precisar, vou tentar ajudar ao máximo", contou o jovem.

A adaptação a função pode ser facilitada com ajuda de alguém que passou por algo semelhante. Luan já atuou em várias faixas do campo desde que surgiu, em 2014, e tem conversado bastante com o novo parceiro de ataque.

"A gente conversa bastante. Quando ele entra na área, eu volto para buscar o jogo. O Renato e ele me deixam bem à vontade para ir ou voltar. O Luan vem, Ramiro também faz muito isso", comentou Thonny Anderson.

Por parte de Renato Portaluppi, a ordem é uma só: quando estiver mais avançado, ficar dentro da área. Foi ali, por exemplo, que Thonny Anderson marcou o segundo gol do Grêmio diante do Ceará. A ideia é explorar o jovem como referência mesmo.

"Ele fala muito para ficar dentro da área. Com a velocidade dos pontas, qualidade dos laterais que chegam bastante no fundo. Então ele pede para eu ficar lá, a bola vai chegar", relatou.

O Grêmio volta a campo no sábado, contra o Fluminense. A partida no estádio Nilton Santos deve ser disputada com time reserva em virtude do segundo jogo das quartas de final da Libertadores, diante do Atlético Tucumán-ARG, na terça-feira.

Esporte