PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após golaço, Thiago Galhardo reclama por reserva: "injusto, estava 100%"

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/08/2018 21h20

Uma boa vitória, um golaço e a festa da torcida pelo resultado e pelos 20 anos da conquista da Copa Libertadores. No meio do cenário tranquilo, Thiago Galhardo achou espaço para o seu desabafo.

O meia do Vasco não escondeu o incômodo por começar o jogo deste domingo (26), contra a Chapecoense, no banco de reservas e reclamou.

“Eu disse que estava 90%, mas na verdade eu estava 100%. A gente não quer criar tumulto, mas acho injusto eu ficar fora pelo o que venho produzindo. Respeito todos os meus companheiros.

Acho que fizeram uma excelente partida pelo Atlético-MG. Falei para ele que estaria à disposição para 15, 90 minutos”, disse, revelando conversa com o técnico Valdir Bigode.

“Queria agradecer a torcida pelo carinho comigo e com todo o grupo. O mais importante foi a vitória para nós porque eles merecem bastante”, amenizou.

Elogios a Maxi López

Thiago ficou no banco de reservas, de acordo com o clube, por conta de dores no joelho. Ele entrou nos minutos finais e marcou belo gol após boa assistência de Maxi López, fechando a vitória por 3 a 1.

O companheiro argentino, aliás, foi alvo de rasgados elogios. "Ele dispensa  apresentações. Muito bom mesmo. Foi a vitória do Maxi López", finalizou Galhardo.

Esporte