PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Sem cara após desmanche, Corinthians tem ano com mais derrotas desde 2007

Dassler Marques e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

23/08/2018 04h00

O Corinthians chegou a quatro jogos seguidos sem vencer no Campeonato Brasileiro em uma temporada marcada por seguidas mudanças e derrotas que se acumulam. Sem conseguir reencontrar sua identidade, o time já perdeu 17 vezes em 2018. Nem na temporada do rebaixamento, em 2007, os corintianos tiveram número semelhante.

A rotina de tantas derrotas é incomum na história recente do clube. Na mesma altura da temporada 2017, por exemplo, a equipe então dirigida por Fábio Carille só havia perdido três vezes. Até mesmo no ano do rebaixamento, para efeito comparativo, o Corinthians tinha sido derrotado em 13 jogos. A atual situação, depois do 17º resultado negativo, inspira cuidados.

Batido pelo Fluminense, o presidente Andrés Sanchez foi aos microfones para defender o treinador Osmar Loss, pressionado por um aproveitamento de 38% no cargo que assumiu há três meses. Em seu depoimento, o mandatário reconheceu que as responsabilidades devem ser divididas. Loss, por sua vez, admitiu os números ruins, apesar de falar pouco sobre a baixa produção no Maracanã.

Loss sofreu nove derrotas em três meses. Carille tinha oito quando saiu - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Loss sofreu nove derrotas em três meses. Carille tinha oito quando saiu
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

"O aproveitamento é baixo, não é isso que a gente esperava, preocupa. Precisamos melhor fora e retomar a confiança. Dividimos as atenções com outras competições e tivemos queda no Brasileiro. São coisas que precisamos discutir para encontrar soluções", declarou o ex-auxiliar técnico.

Se a temporada passada foi marcada por estabilidade, 2018 é o ano de mudanças. As transformações não param desde o título brasileiro: foram 15 jogadores contratados, saídas importantes como Balbuena, Maycon e Rodriguinho, além de uma comissão técnica desfeita. Não apenas com Fábio Carille, mas outros cinco auxiliares, em cenário idêntico à 2016.

Além de um ataque que vive seca, a maior marca do time se perdeu: a força defensiva. Dono dos melhores números do Brasileiro em três das últimas seis edições, o Corinthians voltou a ser batido pelo Fluminense. O goleiro Cássio, presente em todas essas campanhas, citou o fato.

"A gente vem trabalhando, se esforçando, mas toma gols em detalhes. Em bola parada, sempre fomos muito fortes. Não é hora de achar culpados, é trabalhar. (...) É tentar melhorar, errar o menos possível, voltar a fazer as equipes sangrarem para fazer um gol na gente", pediu.

Cada vez mais distante dos primeiros colocados do Brasileiro, o Corinthians caiu para a oitava posição. No fim de semana, recebe o lanterna Paraná, em jogo que pode dar fôlego ou colocar pressão ainda maior sobre Loss, mesmo que defendido internamente e externamente pelo presidente Sanchez.

Confira o número de derrotas do Corinthians*:

2018 - 17 derrotas
2017 - 10 derrotas
2016 - 17 derrotas
2015 - 10 derrotas
2014 - 15 derrotas
2013 - 14 derrotas
2012 - 13 derrotas
2011 - 14 derrotas
2010 - 14 derrotas
2009 - 15 derrotas
2008 - 10 derrotas
2007 - 23 derrotas (13 derrotas até 23 de agosto)

* Números até o fim de cada temporada

Esporte