PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Odair valoriza paciência do Inter e evita falar de briga pela liderança

Do UOL, em Porto Alegre

19/08/2018 14h44

Odair Hellmann definiu a vitória do Internacional contra o Paraná como resultado de um jogo consciente de persistente. Neste domingo (19), após fazer 1 a 0 aos 51 minutos do segundo tempo, o time gaúcho assumiu provisoriamente a liderança do Campeonato Brasileiro. A disputa pelo primeiro lugar, no entanto, foi evitada pelo treinador.

A primeira posição ao final da rodada depende do resultado de São Paulo e Chapecoense. Empatado com o time de Diego Aguirre em pontos, o Inter leva vantagem no saldo.

"O Paraná fez um excelente jogo dentro da estratégia dele. Baixou as linhas, dificultou e tirou espaços. Ainda assim, tivemos inteligência e paciência para desequilibrar o Paraná. Em alguns momentos, nos precipitamos. E minha mexida foi para tirar um pouco desse cruzamento. Seria muito fácil botar o cara de referência. Com a troca, diria ao time para botar na área. Mas isso não estava dando certo. A gente trabalhava bem a bola, chegava do lado e cruzava. Falei com eles e nas trocas, tentei mostrar para eles que era preciso buscar variação. Hoje não era dia da bola cruzada na área. Tem dias que com dois ou três escanteios faz o gol. Hoje tivemos uns 30 e não fizemos. O que mais me deixa feliz é que fizemos um jogo consciente, com dificuldade, mas consciente e sem desistir do início ao fim. Mesmo com todas as dificuldades que o Paraná criou, tivemos calma e perseverança para encontrar o gol da vitória", comentou Odair.

O domínio do Inter foi irrestrito. No primeiro tempo, o volume era maior. Após o intervalo, o Paraná tentou sair pouco para a partida e depois se fechou de novo. O resultado levou o clube gaúcho aos 38 pontos e coloca a equipe de Camilo, Nico López e companhia muito na briga pelo título do Brasileirão. Mesmo que o tema seja tratado com parcimônia.

"A gente não fica olhando para a tabela. Temos que olhar para aquilo que precisamos melhorar. E preocupado com o nosso jogo. Por isso falamos de jogo a jogo, passo a passo. Agora é o Bahia, então vamos nos reunir. Claro, a gente olha para tabela pelos 38 pontos. Mas os jogadores sabem que é disputado, que qualquer vacilo pesa", disse Hellmann.

O Internacional enfrenta o Bahia na próxima quarta-feira, em Salvador. No domingo, recebe o Palmeiras em Porto Alegre.

Esporte