PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Grêmio chama vitória em cima do Corinthians de resposta após queda

Do UOL, em Porto Alegre

19/08/2018 08h09

Uma vitória que reabilita. Uma atuação que dá fôlego. Para o Grêmio, bater o Corinthians em São Paulo (1 a 0 no último sábado) não significa apenas seguir na ponta de cima da tabela do Campeonato Brasileiro. O desempenho apresentado em Itaquera é encarado como resposta imediata do time após a eliminação nas quartas de Copa do Brasil, diante do Flamengo.

O torneio era uma das prioridades do clube na temporada, gerou frustração no elenco por uma eliminação que foi chamada de injusta e agora é tratado como fato superado.

"Sim, (essa vitória diante do Corinthians) dá moral muito grande para o grupo. O grupo ficou triste, óbvio, como todos nós aqui, pela eliminação. Mas três dias depois, demos uma resposta. Não que tivéssemos que dar, mas demos. Nosso time é forte e vai brigar pelo Brasileiro mesmo. E devolve confiança vencer o Corinthians e vencer aqui dentro da casa deles", disse Renato Gaúcho.

O resultado contra o Corinthians tem caráter histórico também. O gol de Everton assegurou a primeira vitória do Grêmio no estádio do clube paulista, inaugurado em 2014. Esse aspecto, somado ao bom desempenho coletivo, injetou ânimo geral.

"É bom para fortalecer o grupo depois de um resultado que não foi favorável no Rio", comentou Bruno Cortez. "Vitória em contexto importante, de recuperação. Vitória que dá dimensão de quanto esse grupo é responsável. Uma resposta rápida de um grupo que está disposto a buscar muito mais no ano", citou Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

Após a derrota para o Flamengo, por 1 a 0, o time passou a ser criticado. As atuações individuais, de fato, ficaram abaixo do esperado. O ataque voltou a ser contestado e o meio-campo, mesmo com entrada de Jailson na vaga de Cícero, não passou incólume.

"A gente, depois do jogo, conversou bastante. A gente fez o que o Renato pediu. Fizemos a mesma coisa que fizemos na quarta, mas lá não deu certo. Agora deu. Estamos no caminho certo", frisou Pedro Geromel.

O Grêmio volta a campo na quarta-feira, quando recebe o Cruzeiro em Porto Alegre. No sábado, visita o Atlético-PR e três dias depois reencontra o Estudiantes no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. Na partida de ida, o time gaúcho perdeu por 2 a 1.

Por isso, contra o Cruzeiro a escalação deve ter quase todos os titulares. Diante do Atlético-PR a formação será completamente suplente.

Esporte