PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Estamos numa posição que muitos não acreditavam há 3 meses", diz Aguirre

Do UOL, em São Paulo

19/08/2018 21h50

A liderança do São Paulo ao fim do primeiro turno foi celebrada de maneira tímida pelo técnico Diego Aguirre depois da vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense no Morumbi. O treinador uruguaio, ao seu estilo, ressaltou que poucos acreditavam nesse cenário e afirmou que é preciso manter a humildade no segundo turno diante dos rivais.

"É um dado significativo [ser líder ao fim do turno inicial], pois estamos fazendo bem as coisas. Estamos numa posição que muitos não acreditavam há três meses. Futebol é assim, é maravilhoso, te dá esses momentos. Mas estamos no começo, falta muito. Há muitos times bem também", disse Aguirre.

"Como falo sempre: agora temos de pensar no próximo jogo e não falar de outra coisa, de dados, liderança. Isso é consequência de ganhar cada jogo. Vamos construir todos juntos um sonho, há muito pela frente. Temos de manter a calma e a humildade e tentar ganhar o próximo jogo", completou o treinador.

Aguirre admitiu que o São Paulo não fez uma grande partida neste domingo, mas frisou que o time tricolor mereceu vencer os catarinenses para manter a liderança do Brasileirão. 

"Está dando certo [dar a bola para o adversário]. Temos 41 pontos e isso significa que está dando certo. Contra o Sport no Recife fizemos um jogo de proposta, dominando. Às vezes as características dos rivais ajudam. Estávamos cansados hoje, com muitas trocas. Para mim o time está cada vez melhor. Hoje não fizemos o melhor jogo, mas estamos pegando confiança, com postura de um time vencedor", explicou.

A vitória do São Paulo começou a ser construída logo aos dois minutos do primeiro tempo, com Shaylon. Hudson, que entrou no jogo na etapa final, deu número finais à partida a oito minutos do fim. Com a 12ª vitória na competição, o São Paulo chegou à marca de 41 pontos na tabela, superando o Inter, que havia tomado a liderança ao vencer o Paraná mais cedo ao somar 38 pontos.

Esporte