PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Loss vê Grêmio mais entrosado e lamenta falta de tempo para treinar

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

18/08/2018 21h38

O técnico do Corinthians, Osmar Loss, admitiu que o Grêmio foi superior à sua equipe após a derrota por 1 a 0 neste sábado (18), em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro. O treinador lamentou o pouco tempo para treinar e ajustar o time e ressaltou que o adversário tem mais entrosamento e mais tempo de trabalho sob o comando de Renato Gaúcho.

"É claro que tem esse fator (pouco tempo de treino), mas não pode desencadear sempre nisso, até porque o Grêmio jogou no mesmo horário que a gente. Tem um time mais entrosado, com a mesma base desde o ano passado, perdeu poucos jogadores, então tem mais facilidade. O treino não faz tanta diferença para eles. Concordo que a equipe não teve uma atuação do jeito que se esperava e por isso foi derrotada", disse Loss.

"O que tem para ser feito é complicado, temos um jogo daqui a quatro dias. Foram 67 horas do jogo de quarta (vitória sobre a Chapecoense, pela Copa do Brasil) para hoje. Seira bom se pudéssemos treinar. Temos que ganhar confiança por meio de conversa. Não tem muito o que fazer além de fortalecer a confiança", projetou.

O treinador detalhou ainda o que ele considerou não ter funcionado no plano de jogo do Corinthians. Em sua avaliação, a ideia de entrar com um ataque mais móvel, sem centroavante fixo, para tirar os zagueiros do Grêmio de lugar deu errado graças às grandes atuações de Kannemann e Geromel, que ganharam praticamente todos os duelos individuais. Loss também destacou a boa marcação do meio-campo tricolor.

"Acho que o principal motivo foi essa pressão do Grêmio. Tentamos criar mecanismos para sair dela, mas não tivemos êxito. Quando conseguimos achar jogadores nossos entre as linhas, os zagueiros do Grêmio foram muito bem na abordagem. Quando não dá certo a construção, se torna muito mais difícil para os atacantes", avaliou o treinador.

O Corinthians volta a campo na quarta-feira (22), diante do Fluminense, fora de casa, pelo Brasileirão. O time ocupa atualmente a sétima posição com 26 pontos, 12 atrás do líder São Paulo.

Esporte