PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Nunca critiquei": Corinthians brinca com hat-trick, e Romero faz história

Do UOL, em São Paulo

29/07/2018 13h15

Depois de marcar duas vezes na vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro no meio de semana, o atacante Ángel Romero voltou a ser destaque neste domingo, na goleada por 4 a 1 diante do Vasco pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O paraguaio anotou três gols e entrou para a história do Corinthians de duas formas diferentes: os 37 gols marcados pelo clube o fizeram ultrapassar a marca histórica de Ronaldo e ainda o colocaram no top 10 de maiores goleadores do clube neste século, empatado com Deivid. Ainda foi o primeiro hat-trick do camisa 11 no futebol brasileiro.

Romero, do Corinthians - Andre Borges/AGIF - Andre Borges/AGIF
Imagem: Andre Borges/AGIF

"No Cerro eu fiz bastante, mas é a primeira vez aqui no Brasil. Estou contente, mas o mais importante é o time. Independentemente de quem faz o gol é importante o Corinthians vencer. Mas hoje vou levar a bola para casa, é a primeira que levo no Brasil. No Paraguai já tinha algumas bolas em casa e hoje pude converter três gols. Agradeço à minha família, meus companheiros e a diretoria, que sempre me apoia", relatou o atacante do Corinthians, ao Premiere, após a partida.

Romero tentou levar a bola do jogo, mas foi impedido por um funcionário da administração do estádio e só depois foi presenteado com outro item.

Por meio das redes sociais, o Corinthians brincou com o feito histórico de Romero. Além de postar bandeirinhas do Paraguai em homenagem a cada gol marcado pelo jogador, o clube criou as tags #Fenomenal e #NuncaCritiquei, em referência à marca de Ronaldo e ao fato de que Romero demorou a embalar com a camisa corintiana e até hoje é frequente alvo de ironias e críticas.

Romero chegou a seis gols marcados após a pausa da Copa do Mundo, em apenas quatro partidas. Ele foi escalado pelo técnico Osmar Loss como um dos atacantes da formação 4-2-4, mas com facilidade para inverter posição ou se fixar como centroavante - esta função apareceu porque os dois jogadores da posição no elenco, Jonathas e Roger, estão lesionados.

"É importante para um atacante fazer gol. Hoje estou jogando mais centralizado, fico mais à vontade, sem compromisso de marcar, um pouco menos de quando jogava na direita, hoje estou feliz, fazendo gol, ajudando meu time a ganhar, que é o mais importante", disse o goleador corintiano.

O paraguaio está na quinta temporada pelo Corinthians e tem 196 partidas.

Esporte