PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Com "interrogações" no comando, Santos e América-MG fazem confronto direto

Chulapa foi expulso contra o Fla, mas advertência não constou na súmula da partida - Ivan Storti/SantosFC
Chulapa foi expulso contra o Fla, mas advertência não constou na súmula da partida Imagem: Ivan Storti/SantosFC

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

29/07/2018 04h00

Santos e América-MG se enfrentam neste domingo, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro, em confronto válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, cercados por interrogações, principalmente, fora das quatro linhas.

A partida também se transformou em um de confronto direto na fuga da zona do rebaixamento. Os santistas ocupam apenas a 15ª colocação, com 16 pontos, enquanto os mineiros tem um ponto a mais, em 14º lugar.

Sem contratar um técnico para o lugar de Jair Ventura, demitido, a "interrogação" continua em relação ao novo comandante. Neste domingo, o Santos será comandando mais uma vez por Serginho Chulapa. Apesar de sua expulsão no empate por 1 a 1 diante do Flamengo, na última rodada, a CBF notificou o clube paulista que a punição não foi registrada em súmula e, por isso, o interino pode ficar no banco de reservas.

Na última sexta-feira, o treino do Santos foi até comandado por Arzul, preparador de goleiros no clube há 18 anos, e havia sido o escolhido para substituir Chulapa. Vale ressaltar que o ex-centroavante já declarou publicamente que não pretende ser efetivado no cargo.

O América-MG, por sua vez, terá o segundo jogo de Adilson Batista à frente da equipe. O técnico precisa superar desconfianças para uma retomada na carreira após quase três anos desempregado. O último trabalho havia sido no Joinville, em 2015.

Adilson já iniciou o novo ciclo com vitória importante diante do Internacional, na última rodada. Jogando em casa, conseguiu vencer por 2 a 1. Ele disse que utilizou o período para cursos, estágios e viagens ao exterior.

A demora do Santos se dá por uma indecisão. O clube priorizava uma reposição rápida no mercado nacional, mas passou a buscar a contratação de um técnico estrangeiro. Agora, aguarda a resposta do colombiano Juan Carlos Osorio antes de tentar "bater o martelo" com Zé Ricardo, principal indicação do diretor executivo Ricardo Gomes. Além disso, o presidente José Carlos Peres sofre pressão pela contratação de Vanderlei Luxemburgo.

Gomes, na verdade, já estava decidido por Zé Ricardo. A investida em Osório se dá por por conta de pedidos do Comitê Gestor e até do presidente José Carlos Peres.

O maior opositor a Zé Ricardo é o vice-presidente do Santos, Orlando Rollo, que considera trocar "seis por meia dúzia" a contratação do ex-técnico de Flamengo e Vasco para o lugar de Jair. Ventura. Para ele, o momento não é de fazer apostas.

A rejeição só foi diminuída quando Ricardo Gomes apresentou a diretoria os números com o desempenho do treinador no comando do Flamengo entre 2016 e 2017. No clube rubro-negro, ele conquistou o Campeonato Carioca de 2017. Foram 89 partidas, sendo 47 vitórias, 25 empates e 17 derrotas, aproveitamento de 62,2%.

Osorio comandou o México na última Copa do Mundo, sendo eliminado pelo Brasil nas oitavas de final da competição, mas não renovou contrato após o Mundial na Rússia. O principal feito do treinador foi a vitória por 1 a 0 diante da Alemanha, logo na estreia da competição.

No Brasil, a passagem pelo São Paulo foi curta e cercada por polêmicas. Apenas 28 jogos, com 12 vitórias, sete empates e nove derrotas, um aproveitamento de 51,1%.

Para a partida, o Santos realizou um trabalho sob olhares atentos de Arzul na sexta-feira. A atividade, porém, foi restrita aos jogadores que não foram titulares no confronto do dia anterior, contra o Flamengo.

A principal aparição foi do meia consta-riquenho Bryan Ruiz. Destaque no trabalho, ele ainda não fará a sua estreia pela equipe. O atacante Eduardo Sasha, que se queixava de um desconforto na coxa direita, participou normalmente da atividade.

A baixa será a ausência do zagueiro Lucas Veríssimo, que sofreu uma contratura muscular na região lombar e deve ser substituído por Gustavo Henrique, uma vez que David Braz, titular, retorna de suspensão.

O adversário também tem problemas para o confronto. Não poderá contar com os volantes Wesley e Leandro Donizete, além do centroavante Rafael Moura, todos suspensos. Christian, David e Zé Ricardo disputam duas vagas no meio de campo, enquanto Judivan deve substituir Rafael Moura.

FICHA TÉCNICA
Santos x América-MG

Data: 29 de julho de 2018, domingo
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e Rafael Trombeta (ambos do PR)

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca e Eduardo Sasha; Rodrygo, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa. Técnico: Serginho Chulapa

América-MG: João Ricardo; Aderlan, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; David, Juninho, Marquinhos e Ruy; Giovanni e Judivan. Técnico: Adilson Batista

Esporte