PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Marcinho nega querer desabafar em comemoração do Botafogo e explica reação

Do UOL, no Rio de Janeiro

26/07/2018 21h57

Autor do gol da vitória do Botafogo sobre a Chapecoense por 1 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Nilton Santos, o lateral direito Marcinho conviveu com vaias antes do tento. O jovem atleta, porém, negou que sua agitada comemoração – onde teve de ser contido pelo atacante Kieza – era uma tentativa de desabafar junto aos torcedores.

“Eles (companheiros) pensaram que eu fosse falar com a torcida. Nada. Tem um camarote da minha família e hoje era o aniversário do meu irmão Marcelo, que está fazendo 19 anos”, disse ao Sportv.

O gol foi o primeiro de Marcinho como profissional. O sobrinho dos famosos técnicos Oswaldo de Oliveira e Waldemar Lemos ressaltou a importância da vitória nesta quarta-feira.

“Esse gol me deixa muito feliz, foi importante, o time estava precisando depois de duas derrotas. Foi um gol para coroar esse trabalho e a dedicação de todos”, declarou.

Com o resultado, o Botafogo pulou para a primeira parte da tabela e ficou na 10ª colocação com 20 pontos. Já a Chapecoense foi para a zona de rebaixamento, no 17º lugar, com 16 pontos.

Neste domingo os cariocas visitam o Internacional, às 16h, no Beira-Rio (RS). Já os catarinenses recebem às 19h o Grêmio na Arena Condá (SC).

Esporte