PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Mano crê que ausências não interferiram em derrota: "Jogamos para vencer"

Do UOL, em Belo Horizonte

26/07/2018 00h24

Mano Menezes escalou ao menos quatro reservas no Cruzeiro no revés para o Corinthians, nesta quarta-feira (25). Ele, no entanto, não vê este como um fator determinante para a derrota. O técnico ainda crê que os seus comandados mereciam sair com um triunfo da Arena.

Ao fim do jogo contra os paulistas, o treinador evitou dizer que poupou atletas e crê que a ausência de titulares, como Edilson, Dedé, Arrascaeta e Robinho, não foi determinante para o resultado.

"Não acho que tenha sido esse o problema do time. Então, não acho importante comentar isso. Não poupei, ninguém foi poupado", declarou.

Apesar do resultado negativo, o Cruzeiro teve chances de balançar a rede de Cássio, sobretudo com Hernán Barcos. O centroavante, entretanto, parou nas boas defesas do goleiro e na falta de pontaria. Mano Menezes crê, inclusive, que o seu time foi superior ao rival e merecia um resultado positivo.

"Não temos condições de priorizar nenhuma. Penso que jogamos futebol para sair daqui com os três pontos hoje. Penso que não conseguimos, porque futebol é assim, não é um jogo de justiça. Mas se analisarmos que criamos chances claríssimas para marcar, o Cruzeiro merecia hoje sair com um resultado", concluiu.

Esporte