PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Roger vê Palmeiras perto do ideal, mas se preocupa: "está deixando passar"

Do UOL, em São Paulo

25/07/2018 21h59

Com a derrota por 1 a 0 diante do Fluminense nesta quarta-feira, no Maracanã, o Palmeiras ficou com 23 pontos no Campeonato Brasileiro; o líder, Flamengo, tem 30. Ao falar sobre o desempenho, o treinador Roger Machado disse que vê o time próximo do equilíbrio, mas mostrou preocupação e fez um alerta: com 15 rodadas disputadas, o tempo está passando para o alviverde.

"É a característica do Campeonato. Falta pouco para a gente encontrar esse equilíbrio, mas a gente está deixando passar, o campeonato já vai quase para a metade dele. A chance de se aproximar dos líderes acontece a cada rodada, tem de estar pronto para atuar. Foi diferente do jogo contra o Atlético-MG, e do anterior, quando cedemos o empate. Hoje não tivemos forças para buscar o empate", afirmou.

Para Roger, o Palmeiras vacilou ao desperdiçar pelo menos duas boas chances no primeiro tempo, e acabou caindo diante de um adversário que aproveitou sua principal oportunidade.

"As maiores chances que criamos foram no primeiro tempo. No segundo tempo foi um jogo fisicamente bastante disputado, de poucas alternativas, a frustração é de ter criado bastante no primeiro tempo e não ter conseguido fazer o gol. A gente se decepciona e sai frustrado de um jogo que poderia ter uma história diferente, baseado no primeiro tempo. No geral, o adversário finalizou a sua oportunidade dentro do nosso gol".

A partida deve intensificar as cobranças sobre o treinador, que não é unanimidade nem com a torcida nem internamente, no tradicionalmente quente ambiente político palmeirense. Para Roger, a responsabilidade sempre recai sobre o comandante, algo natural.

"O torcedor é passional, Respondo desde o começo do ano sobre a pressão. Não há nenhum problema, faz parte. Às vezes, quando você não consegue, a responsabilidade é do comando. Quando a gente vence se divide a responsabilidade por quem faz o gol, por quem participa da jogada, e eu também pego um pedacinho, mas, quando perde, a liderança é sempre responsável, faz parte do futebol. Lida-se com tranquilidade, entendendo que o torcedor gosta de vencer, e quando não há vitória ele vai questionar. Um ponto do questionamento é sempre o comando, não tem problema nenhum".

Veja outras respostas do treinador palmeirense:

Atuação de Scarpa, vaiado durante os 90 minutos

"Mesmo jovem, ele é um jogador experiente, consegue lidar bem com essas situações, assim como o Lucas Lima também teve que lidar quando a gente jogou contra o Santos. Os lances em que tomou uma decisão errada foram equívocos de jogo. No primeiro tempo rendeu bem, no segundo tempo todos tiveram nível mais baixo".

Edu Dracena e Felipe Melo levaram cartões e estão suspensos para o domingo, diante do Paraná

"Os times, em alguns momentos, adotam postura de velocidade, com jogadores rápidos e por vezes os defensores precisam intervir mais fora da área, como foi o caso hoje. É uma jogada de jogo, a questão dos cartão... Os cartões fazem parte do jogo"

Esporte