PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Chamado" de Rodriguinho, Jadson volta ao Corinthians em posição favorita

Jadson atuará centralizado no esquema 4-2-3-1 de Osmar Loss contra o Cruzeiro - Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Jadson atuará centralizado no esquema 4-2-3-1 de Osmar Loss contra o Cruzeiro Imagem: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Do UOL, em São Paulo

24/07/2018 18h08

O ato falho de um repórter durante a entrevista coletiva de Jadson nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava, tirou risadas do jogador de 34 anos: em meio a uma série de perguntas sobre a saída de Rodriguinho e as dificuldades da equipe para repor esta ausência, um questionamento foi dirigido a Jadson como se ele fosse justamente Rodriguinho e acabou logo refeito. "Já está com saudades?", brincou o camisa 10, que assume a vaga do antigo titular nesta quarta-feira, contra o Cruzeiro, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"É uma grande perda, porque o Rodriguinho vinha ajudando nossa equipe. Mas eu vinha esperando uma oportunidade. Todas as vezes em que a equipe precisou eu entrei e tentei ajudar. Tenho minha responsabilidade e vou tentar fazer isso para ganhar a confiança do Loss", disse Jadson, que vê a posição em que entrará na equipe como sua preferida: "Gosto de jogar centralizado. Foi o Tite que me escalou pela direita e deu certo, mas eu tive uma conversa com o Loss falando que gosto de jogar no meio e fico feliz com essa oportunidade. Tenho conversado com o Gabriel e o Douglas, para eles tentarem esse passe entrelinhas para eu pegar a bola mais tranquila e armar o jogo. Tem Clayson, Romero e Jonathas, três opções para dar assistência, fazer tabela e chutar para o gol, então pretendo ajudar a equipe nessa nova posição."

Esquema favorito do técnico Osmar Loss, o 4-2-3-1 tirou Jadson da equipe por conta da necessidade de apenas um armador, com dois pontas e um centroavante. Rodriguinho vinha sendo o titular e Jadson esperava por uma chance, que aparece após a venda do companheiro ao Pyramids, do Egito - ele se despediu do Corinthians na derrota por 3 a 1 para o São Paulo no último fim de semana.

"O Rodriguinho veio ontem (segunda-feira) se despedir do pessoal, é um cara com quem tenho amizade grande. Ele estava triste por sair daqui depois de um tempo jogando e bem. Eu não conheço muito o futebol do Egito, mas desejei sorte para ele, tomara que seja feliz, como foi aqui, e quem sabe um dia possa voltar ao Corinthians", torce Jadson, que espera superar as desconfianças em torno do Corinthians já nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro.

"Nossa equipe sempre vai entrar para ganhar, mas não é todo jogo que a gente vai sair vitorioso. Ninguém aqui gosta de perder clássico, mas a gente tem que levantar a cabeça e esquecer esse jogo. Ainda tem muitos jogos no Brasileiro e outras competições. Tem que focar novamente, amanhã tem outro desafio e não pode abaixar a cabeça, quarta e domingo tem jogo. A gente tem que buscar as vitórias, mas não é sempre que vai vencer", afirmou.

Esporte