PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Xingado no Allianz, Roger se apega à "explosão de alegria" por vitória

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/07/2018 18h48

Apesar da vitória por 3 a 2 sobre o Atlético-MG, que recolocou o Palmeiras no G4 do Campeonato Brasileiro, o técnico Roger Machado foi xingado no Allianz Parque. Os insultos da torcida ganharam força quando o jogo ficou empatado por 2 a 2, até Bruno Henrique decretar o triunfo nos acréscimos. O treinador assegura que não se abalou com a revolta nas arquibancadas.

"Vimos no estádio a síntese do que acontece no jogo, duas vezes na frente, sofreu o empate e no último minuto do jogo conseguir a vitória, com o torcedor impaciente e sobrando até para o treinador. Não vou discutir relação de amor com o torcedor com resultados, porque é algo natural, se ele achar que as coisas não estão acontecendo como eles querem. Mas o marcante para mim foi a explosão de alegria no terceiro gol", disse.

O Verdão caminhava para o quarto empate consecutivo no Brasileirão, o que deixaria a equipe a nove pontos do líder Flamengo e fora até da zona de classificação para a Copa Libertadores da América. E mais uma vez com um tropeço em que o time saiu na frente, mas cedeu à pressão adversária. Isso já havia acontecido nos empates anteriores e só foi evitado no sufoco neste domingo.

"A dificuldade (em manter o placar) é porque o adversário também tem o intuito de buscar a recuperação depois de ser vazado. Nesta circunstância, especialmente nos quatro jogos anteriores, não seguramos o ímpeto adversário em três. Mais fácil corrigir estes detalhes do que ter uma equipe que não cria. Temos de saber sofrer. A vitória, nos moldes que foi, constrói grupos fortes e mostra que não desistimos nunca". opinou.

Na próxima rodada, o Palmeiras vai visitar o Fluminense no Maracanã, às 19h30 de quarta-feira. É a chance de ultrapassar o Galo e assumir a terceira colocação. Para isso, os mineiros precisam tropeçar diante do Paraná Clube em casa, no Independência.

Esporte