PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Vitória em clássico ajuda São Paulo a dar chance a "reforços" caseiros

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/07/2018 04h00

Derrotar o Corinthians por 3 a 1 no último sábado deu mais ao São Paulo do que "apenas" a manutenção na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. A vitória convincente permitiu que o técnico Diego Aguirre fizesse testes com o elenco e desse oportunidades ao que ele chama de "reforços" dentro do próprio clube. Isso passa pelo uso de Reinaldo como ponta e por dois atletas que estrearam no Majestoso.

Inicialmente, por exemplo, Aguirre acreditava que seria necessário contratar um novo volante, já que Petros foi vendido ao Al Nassr. Só que o treinador não descarta que essa reposição venha da base são-paulina. Foi por isso que Luan, de 19 anos, foi convocado para os últimos treinos, relacionado para o clássico da 14ª rodada do Brasileirão e até estreou.

"Luan é uma opção. Jucilei machucou e precisávamos de um volante. Estamos permanentemente observando eles. Hoje foi com o Luan e amanhã pode ser com outro jogador. Até fechar a janela, não posso assegurar que não venha mais um jogador. Está dentro das possibilidades ainda. Mas para acontecer tem que ser um jogador do nível do São Paulo. O Luan é bom jogador e teve sua chance", explicou.

 O outro "reforço" de Aguirre está no ataque. O atacante Gonzalo Carneiro pôde estrear depois de quase quatro meses de sua chegada ao São Paulo. O uruguaio precisou se livrar de problema no púbis, treinou durante a pausa para a Copa do Mundo e recebeu elogios pelo desempenho nos treinos. Agora, o Tricolor espera mais do atleta de 22 anos, que não atuava desde novembro de 2017, quando ainda estava no Defensor, de Montevidéu.

"O que aconteceu com Carneiro é uma felicidade grande. Sei que foram apenas dez minutos, mas depois de tanto tempo que ele trabalhou para superar a lesão e hoje voltar a jogar é uma realidade. Seguramente, vai mostrar mais nos próximos jogos. Vai ser mais um reforço que vamos desfrutar muito ainda", avisou Aguirre.

A conta do treinador sobre como o clássico contra o Corinthians foi importante chega até mesmo ao gol. Com Sidão suspenso, Jean fez sua segunda partida com Aguirre e teve atuação segura: "Jean fez um bom trabalho. Praticamente não tivemos situações ruins, até pelo desempenho defensivo do time. Trabalha todo dia para essa oportunidade. Eu sinto muita confiança nos goleiros e nos preparadores". 

Esporte