PUBLICIDADE
Topo

Esporte

O que mudou em uma semana para o reencontro entre Cruzeiro e Atlético-PR?

De Arrascaeta e Jonathan estiveram em campo pela Copa e devem se reencontrar pelo Brasileiro - Vinnicius Silva/Cruzeiro
De Arrascaeta e Jonathan estiveram em campo pela Copa e devem se reencontrar pelo Brasileiro Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Napoleão de Almeida e Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo e Belo Horizonte

22/07/2018 04h00

Ainda vivendo a ressaca da Copa do Mundo, Cruzeiro e Atlético-PR entraram em campo no dia seguinte à conquista da França na Rússia. Num clima de expectativa pela retomada do calendário nacional, os clubes apresentavam mudanças em relação aos dois meses que separavam o jogo de ida pela Copa do Brasil. Um empate por 1 a 1 selou a classificação mineira, uma vez que o time havia vencido em Curitiba por 2 a 1.

Agora, Raposa e Furacão voltam a se enfrentar, nem bem se passou uma semana daquele jogou pelas quartas de final da Copa do Brasil. Pode soar como algo estranho, mas os times entram em campo muito modificados para o jogo válido pela 14ª rodada do Brasileirão.

As mudanças nos mineiros ocorrem no meio de campo e no setor ofensivo. Suspenso pelo acúmulo de cartões, o capitão Henrique não entrará em campo no jogo deste domingo.

Lucas Silva, portanto, terá um novo companheiro em relação ao jogo da última segunda-feira (16). O mais provável é que Lucas Romero o acompanhe na marcação do meio de campo.

Thiago Neves e Giorgian De Arrascaeta devem permanecer no setor de criação. A dupla, entretanto, ganha um novo companheiro. Robinho briga por vaga com Rafinha pelo lado direito. No último jogo da Raposa - a vitória por 3 a 1 sobre o América-MG -, Robinho foi titular ao lado da dupla e fez inclusive um dos gols da equipe.

O ataque, constituído por um jogador apenas, contava com Rafael Sóbis. Mas no jogo deste domingo (22) terá um reforço. Hernán Barcos fará a sua segunda partida pelo time de Mano Menezes.

"Essa semana nós jogamos segunda-feira, jogamos hoje e, daqui três dias, vamos jogar contra o Atlético-PR dentro da nossa casa. É difícil ter força de competição com tantos jogos assim. Só faço mudanças porque tenho segurança absoluta para fazer", afirmou o técnico gaúcho após o triunfo sobre o América-MG.

O Atlético, que já entrou diferente no Mineirão naquele dia, terá mais mudanças em relação ao primeiro jogo com Tiago Nunes no lugar de Fernando Diniz como técnico. E duas das mudanças mais importantes que ele fez já serão descartadas para esse reencontro.

Suspensos, o meia Raphael Veiga e o lateral-esquerdo Renan Lodi não jogam no Mineirão. Veiga levou o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Internacional (2 a 2) no meio de semana. Ele, que não vinha tendo espaço com Diniz, fez gol e deu assistência contra o Colorado. Guilherme ou mesmo Nikão, recuado, podem aparecer na vaga.

Já Renan Lodi teve a missão de substituir o jogador mais decisivo na temporada atleticana, Thiago Carleto, negociado com o futebol árabe. Ao final do jogo contra o Inter, Lodi desafiou a autoridade de Ricardo Marques Ribeiro ao retirar das mãos do juiz a bola do jogo, pedindo pressa após paralisação. Acabou expulso. Nicolas, recém-reintegrado aos profissionais, é a indicação imediata.

Além deles, Thiago Heleno sentiu o tornozelo e está fora do duelo. Wanderson, que atuou contra o Colorado, deve ir para o jogo. Não obstante os desfalques, Tiago Nunes ganhou reforços para o jogo, já registrados no BID. Bruno Nazário, que estreou contra o Inter, pode aparecer na equipe, assim como Marcelo Cirino, que acabou não enfrentando o ex-clube por conta da lesão de Thiago Heleno e da necessidade de se fazer uma substituição por lesão. Por fim, Bergson deve ganhar espaço entre os titulares com uma formação menos defensiva que a que começou o jogo de segunda passada, com Rossetto ou Lucho González deixando a equipe.

Ainda após o jogo anterior contra o Cruzeiro, Tiago Nunes elogiava o elenco atleticano: “Nós temos um grupo bastante qualificado. Um grupo bom, uma mescla de jogadores experientes com os da casa. Em não vencendo o nível de confiança vai caindo. O que a gente imaginou nessa parada foi tentar uma equipe mais equilibrada, mais consistente.”

Seis dias depois, terá a chance de pôr à prova no mesmo cenário de sua estreia no comando do time principal.

Ficha técnica

Cruzeiro x Atlético-PR

Motivo: 14ª rodada do Brasileirão
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 22 de julho de 2018 (domingo)
Horário: às 19h (de Brasília)

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Cruzeiro

Fábio; Edilson, Léo, Dedé e Egídio; Lucas Romero, Lucas Silva, Robinho, Thiago Neves e Giorgian De Arrascaeta; Hernán Barcos.

Técnico: Mano Menezes.

Atlético-PR

Santos; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Bruno Guimarães, Lucho González, Matheus Rossetto (Bergson) e Nikão (Guilherme ou Bruno Nazário); Pablo e Bergson (Nikão).

Técnico: Tiago Nunes.

Esporte