PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Dudu admite tristeza com venda freada, mas diz: "Estou no maior do Brasil"

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/07/2018 18h32

O Palmeiras venceu o Atlético-MG por 3 a 2 neste domingo, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, em jogo heroico e de golaços. Mas o assunto após o confronto no Allianz Parque foi mais uma vez a situação de Dudu. O camisa 7 gostaria de ter sido vendido para o Shandong Luneng, da China, mas viu a diretoria recusar a proposta.

"Todo jogador sonha em ganhar dinheiro e dar uma vida boa para a família. Não que a vida não seja boa aqui (no Brasil). Ela é muito boa. Mas é uma proposta que mexe. Eu fiquei triste, porque era uma proposta muito boa para mim. Mas eu estou no maior clube do Brasil no momento, tenho apoio dos meus companheiros, da diretoria, então não tem motivo para estar triste. Cada vez que eu for entrar em campo vou estar feliz", disse o atacante, na zona mista do estádio palmeirense.

O Shandong chegou a fazer duas propostas de compra ao Palmeiras - uma perto de R$ 68 milhões - e havia seduzido Dudu com luvas de R$ 32 milhões. Com a resistência da diretoria alviverde, os chineses resolveram investir em outro atleta do clube: Róger Guedes, que estava emprestado ao Atlético-MG.

A procura por Dudu nas janelas de transferência é recorrente e o desejo do atleta em voltar a atuar no exterior é público. A saída do Palmeiras não deve passar do próximo período de negociações. Essa movimento estremeceu a relação do jogador com a torcida, que não tem mais cantado seu nome acompanhado dos gritos de "guerreiro".

Esporte