PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jorginho é xingado de burro e vascaínos lamentam empate no fim de clássico

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/07/2018 22h10

A torcida do Vasco não digeriu bem o gol sofrido nos últimos minutos que decretou o empate por 1 a 1 com o Fluminense, nesta quinta-feira, em São Januário. E quem pagou a conta mais uma vez foi o treinador. Enquanto se dirigia para o vestiário, Jorginho foi xingado de “burro” pelas arquibancadas.

Os jogadores saíram em defesa do treinador. Eles lamentam o gol no fim e tentaram explicar lance. Giovanni Augusto entende a frustração, mas pediu calma à torcida.

“Tomar um gol no final do jogo... O Fluminense achou o gol e deixamos escapar dois pontos importantíssimos na competição. Pedimos paciência da torcida porque vontade não faltou”, disse o apoiador.

“Saímos muito chateados. Fizemos uma grande partida e tomamos um gol bobo desse. Estamos chateados e decepcionados. Vamos ter calma e buscar três pontos no fim de semana”, completou Henrique.

Um dos destaques da partida, Martín Silva salvou o Vasco com pelo menos quatro boas defesas na partida. Não conseguiu evitar o gol de Pedro aos 44min do segundo tempo.

“Mérito do atacante deles [Pedro]. Teremos outro jogo importante e pouco tempo para recuperar. Temos que arrumar um jeito de fazer valer esse ponto. É futebol. Poderia ter ocorrido no início do jogo. Acontece. Lógico que tem o sabor da derrota porque foi no finalzinho”, finalizou o goleiro.

Com o empate, o Vasco chega aos 16 pontos e se mantém a 10ª posição – tem um jogo a menos (enfrentará o Santos). O Cruzmaltino volta a campo no domingo, quando receberá o Grêmio, novamente em São Januário.

Esporte