PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Micale minimiza preocupações no Paraná após terceira derrota na Série A

Jhonny Lucas descontou para o Paraná: Micale elogiou criação, mas reclamou de efetividade - Geraldo Bubniak/Site Oficial PRC
Jhonny Lucas descontou para o Paraná: Micale elogiou criação, mas reclamou de efetividade Imagem: Geraldo Bubniak/Site Oficial PRC

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

30/04/2018 11h31

Três jogos e três derrotas depois, o técnico Rogério Micale procurou minimizar as preocupações do Paraná Clube no retorno à Série A. Após o tropeço contra o Sport em casa, o treinador se baseou nas estatísticas do jogo para mostrar que o time pode render mais.

“Se não tivesse criando eu estaria mais preocupado. Eu poderia aceitar de uma forma mais incisiva as críticas”, afirmou Micale em entrevista coletiva, “Quando você sai do jogo com 26 finalizações, é um número muito alto. Agora, nós precisamos colocar a bola dentro do gol, para poder transformar todo esse domínio em resultado.”

O técnico ainda procurou diminuir a pressão em cima dos jogadores, apesar de reconhecer que duas derrotas em casa dão sinais da dificuldade que o clube terá para se manter na elite. “É motivo de preocupação e é muito cedo para uma pressão exagerada dos jogadores. Sabíamos que iriamos ter dificuldades e que iríamos sofrer um pouco, é de conhecimento de todos. Mas acreditamos no trabalho que está sendo desenvolvido, volto às estatísticas, se entra a primeira bola do nosso lado, o resultado poderia ser outro. Mas não vive de “se”, a gente tem que manter a competitividade e ser equilibrado.”

Esporte