PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Paraná Clube começa "Brasileirão particular" contra o Sport

Rogério Micale: "A gente sabe do nosso padrão" - André Yanckous/AGIF
Rogério Micale: "A gente sabe do nosso padrão" Imagem: André Yanckous/AGIF

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

28/04/2018 11h00

Depois de duas derrotas nas duas primeiras rodadas do Brasileiro 2018, contra São Paulo (1 a 0) e Corinthians (4 a 0), o Paraná Clube recebe o Sport neste domingo, 16h, na Vila Capanema, no que é considerado no clube o início de um “Brasileirão particular”. Com a clara meta de não ser rebaixado para a Série B já no primeiro ano de retorno para a elite, o Tricolor paranaense sabe que em determinados jogos a chance de pontuar é maior que em outros.

“Nós temos que saber trabalhar com isso, porque agora vai vir toda a pressão de estar embaixo na tabela. Só que nós enfrentamos até aqui o São Paulo e o Corinthians”, disse o técnico Rogério Micale, em entrevista coletiva, para seguir explicando: “Não queremos perder. Não queremos saber quem está do outro lado; queremos entrar e pontuar. Mas é continuar no grande objetivo que o Paraná tem no ano: se solidificar, poder somar os pontos que precisamos ganhar. O que o Paraná precisa é ser competitivo.”

Com a menor receita entre todos os 20 clubes da elite nacional, a diretoria do Paraná tem em mente o projeto de somar 45 pontos. Se a tabela foi pesada nas duas primeiras rodadas, contra os milionários São Paulo e Corinthians, contra o Sport há uma perspectiva de se conseguir um duelo mais equilibrado. À exemplo dos paranaenses, o Sport está longe dos paulistas em termos de arrecadação e finanças.

Nesta semana, se viu obrigado a trocar o técnico Nelsinho Baptista, demissionário, por Claudinei Oliveira, que esteve no Avaí e já passou pelo Paraná. Baptista saiu atirando na diretoria rubro-negra, revelando atraso salarial de quatro meses no clube.

Já Micale deixou nas entrelinhas o raciocínio do “Brasileirão particular”, com o objetivo de esclarecer que o Paraná não “escolhe” adversário, mas sabe do padrão que tem nessa volta à elite. “Todo próximo jogo, independente do adversário, é de recuperação. Só que temos que saber lidar com isso porque a gente precisa pontuar. A gente sabe do nosso padrão. Mas o nosso objetivo aqui é sempre entrar para ganhar os jogos”, reafirmou o treinador.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ X SPORT

Data: 29/04/2018 (Domingo), às 16h (Brasília)
Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS/CBF)
Auxiliares: Lucio Beiersdorf Flor (RS/CBF) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS/CBF)

PARANÁ: Luis Carlos; Alemão, Jesiel, Rayan e Mansur; Jhonny Lucas, Wesley Dias e Caio Henrique; Raphael Alemão, Silvinho e Carlos.
Técnico: Rogério Micale

SPORT: Mailson; Raul Prata, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Fellipe Bastos, Neto Moura e Andrigo; Marlone e Rogério.
Técnico: Claudinei Oliveira

Esporte