PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Primeiro exame não detecta fratura e Rodrigo Caio fará ressonância em SP

Rodrigo Caio saiu de campo amparado pelo médico José Sanchez - Reprodução
Rodrigo Caio saiu de campo amparado pelo médico José Sanchez Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo (SP)

22/04/2018 20h05

Rodrigo Caio deixou o Castelão neste domingo preocupado com a chance de ter fratura o pé esquerdo na partida contra o Ceará, válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro exame realizado em um hospital de Fortaleza, no entanto, deixou a situação mais tranquila, já que nenhuma fratura foi detectada.

Assim, o jogador viaja de volta para São Paulo com a delegação e passará por nova avaliação médica na capital paulista. Uma ressonância magnética servirá para dar mais detalhes sobre o pé de Rodrigo, que segue acusando muitas dores. O boletim médico foi divulgado pela assessoria do Tricolor por volta das 20h.

"O atleta Rodrigo Caio foi submetido na noite deste domingo, em um hospital de Fortaleza, a um exame de raio-x que não detectou nenhum tipo de fratura. Por conta do quadro de dor, o camisa 3 realizará em São Paulo um exame complementar de ressonância magnética. Rodrigo iniciou o processo de recuperação ainda no vestiário do estádio Castelão e seguirá fazendo fisioterapia até o retorno da equipe para a capital paulista", diz o comunicado do clube.

O camisa 3 começou a reclamar de dores nos minutos finais da partida que terminou empatada por 0 a 0 neste domingo. Nas primeiras conversas com o médico José Sanchez, Rodrigo chegou a dizer que sentiu um estalo e que imaginava ter quebrado o pé esquerdo.

Outro jogador que saiu de campo com preocupação médica foi Everton. Estreante da tarde, o meia-atacante sentiu a virlha após tentativa de cruzamento e precisou ser substituído por Valdivia para não agravar qualquer problema.

Esporte