PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Não podemos ser prejudicados todo jogo e aplaudir", reclama vice do Inter

Do UOL, em Porto Alegre

22/04/2018 18h37

O vice de futebol do Internacional, Roberto Melo, repetiu tom dos jogadores e atribuiu a derrota para o Palmeiras por 1 a 0 neste domingo (22) principalmente aos erros da arbitragem. Reclamou de Marcelo de Lima Henrique e combinou o pleito citando o pênalti marcado na última quinta-feira que deu a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil ao Vitória.

"Não podemos colocar uma venda nos olhos e ser prejudicado a cada jogo e não colocar esta situação. Na quinta-feira nós fomos eliminados com um erro de arbitragem, um pênalti inexistente, e eu não reclamei, quase ninguém falou. A partida que fizemos, poderíamos ter passado por cima deste erro. Foi um pênalti inexistente. Hoje uma derrota com um pênalti que alguns dizem que é duvidoso, mas é muito mais pênalti do que foi dado contra nós em Salvador. E um gol válido anulado. Não é focar na arbitragem ou transferir responsabilidade. Não podemos ser prejudicados todo jogo e aplaudir, dizer que está tudo bem. Fizemos um grande jogo, com toda pressão que veio de quinta para cá, e enfrentamos um dos favoritos ao título fazendo um jogo no mínimo de igual para igual. Temos que registrar nosso prejuízo, em dois lances capitais. Fizeram a diferença no resultado do jogo", disse Roberto Melo.

O Inter se considera prejudicado em dois lances. Primeiro nos minutos finais da etapa inicial quando Nico López caiu dentro da área. Na avaliação vermelha, pênalti não marcado. Depois num gol marcado por Leandro Damião, que foi paralisado antecipadamente com impedimento marcado de forma equivocada.

"É evidente que queremos ganhar e jogar bem sempre. Mas é difícil fazer o torcedor entender o que a gente precisa. O que o time precisa no momento é confiança, tranquilidade. O Inter passou por um processo qua jamais tinha passado em sua história. Trouxemos o time de volta para Série A. É uma caminhada longa, não é num estalar de dedos que saímos da Série B para ganhar de todo mundo", disse o dirigente.

O Colorado volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Cruzeiro às 19h (de Brasília), no Beira-Rio.

Esporte