PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Corinthians flerta com a solidez defensiva após saída de Pablo e Arana

Balbuena e Henrique nas comeorações do título paulista do Corinthians - Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians
Balbuena e Henrique nas comeorações do título paulista do Corinthians Imagem: Rodrigo Gazzanel / Ag. Corinthians

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

21/04/2018 18h00

O Corinthians precisou superar as saídas de dois titulares do time campeão brasileiro de 2017. Após uma fase turbulenta e de vulnerabilidade vivida no começo da temporada, o time do técnico Fábio Carille reencontrou a solidez defensiva, ponto forte da equipe montada na temporada passada - Henrique e Sidcley, contratados já com a temporada em andamento, substituem Pablo e Guilherme Arana, respectivamente.

Neste domingo, em Curitiba, diante do Paraná Clube, a linha defensiva corintiana de Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley, apoiada pela presença de Ralf na cabeça de área, será colocada à prova mais uma vez. O jogo é válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro

Embora tenha sofrido um gol na estreia do Campeonato Brasileiro, na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, o Corinthians se mostrou sólido nos momentos decisivos do Campeonato Paulista ao não ser vazado nos jogos de volta contra Bragantino (2 a 0), São Paulo (1 a 0) e Palmeiras (1 a 0).

O retrospecto contrasta com os primeiros jogos de 2018 e até mesmo no segundo turno do Brasileirão, quando o time sofreu 21 gols - no primeiro, foiram apenas nove. Em busca de peças de reposição para Pablo e Arana, o desempenho continuou instável.

Nos primeiros 17 jogos deste ano, por exemplo, o Corinthians de Carille levou 16 gols. Depois de levar três gols do Bragantino na partida de ida das quartas de final do Estadual, o time voltou a mostrar consistência defensiva.

Nos últimos sete jogos, a equipe campeã paulista acabou vazada em apenas três oportunidades: na estreia do Brasileirão e nas derrotas para São Paulo e Palmeiras, revertidas na sequência.

Dessa forma, o Corinthians passou quatro jogos sem sofrer gols: além dos jogos decisivos do Paulistão, isso aconteceu no duelo com o Independiente, na Argentina, na última quarta-feira. Mesmo fora de casa, a equipe venceu por 1 a 0 em jogo válido pela terceira rodada da Libertadores.

Após o confronto em Avellaneda, o Corinthians teve pouco tempo para treinar. O time voltou da Argentina na última quinta-feira e se reapresentou no dia seguinte, já com viagem a Curitiba na sequência e mais um treino neste sábado.

Diante de um calendário apertado em virtude da para da Copa do Mundo, o Corinthians aposta justamente no entrosamento mostrado nos últimos jogos para tentar vencer a segunda partida no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ x CORINTHIANS

Data: 22 de abril de 2018, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (2ª rodada)
Local: Durival Britto, em Curitiba (PR)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (ambos do PE)

PARANÁ: Richard; Alemão, Jesiel, Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Wesley Dias, Caio Henrique e Carlos Eduardo; Silvinho e Diego. Técnico: Rogério Micale

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Renê Júnior; Romero, Jadson, Rodriguinho e Mateus Vital. Técnico: Fábio Carille

Esporte