PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Pressionado, Flamengo encara jogo de risco contra o agora hepta Corinthians

O torcedor não esconde a insatisfação com a má fase do Flamengo em 2017 - Wilton Jorge/Estadão Conteúdo
O torcedor não esconde a insatisfação com a má fase do Flamengo em 2017 Imagem: Wilton Jorge/Estadão Conteúdo

Do UOL, no Rio de Janeiro

19/11/2017 04h00

O Flamengo vive uma autêntica "panela de pressão". O Rubro-negro enfileira maus resultados e chegar ao estágio final da temporada absolutamente sem alternativas. Só resta vencer para tentar "salvar" um ano aquém do que era esperado com a conquista da vaga na Copa Libertadores de 2018. Neste domingo (19), o time recebe o agora heptacampeão Corinthians, às 17h (de Brasília), na Ilha do Urubu, pela antepenúltima rodada do Brasileirão.

O clube carioca viu o sonho de conquistar o sétimo título brasileiro frustrado pela irregularidade e más atuações ao longo da temporada. O Flamengo, inclusive, não disputou a taça em nenhum momento sequer da competição. Pior, ainda foi superado pelo rival Corinthians em números de triunfos nacionais.

Em crise política e pressionado pela torcida, o Rubro-negro precisa de qualquer jeito dos três pontos. O jogo se tornou de risco e até a segurança foi reforçada. Por conta do clima tenso, o número do aparato privado e de policias militares sofreu acréscimo. O temor está em uma nova onda de protestos caso o Flamengo saia de campo derrotado.

Segundo o site Chance de Gol, o Rubro-negro tem apenas 35,8% de possibilidade de alcançar uma vaga na Copa Libertadores. Um lugar na fase de grupos, inclusive, está cada vez mais difícil. Para isso, será necessário vencer os três jogos restantes e torcer por uma combinação de resultados.

A alternativa para chegar à competição continental sem passar pelas preliminares é conquistar a Copa Sul-Americana. Nas semifinais, o time encara os colombianos do Junior Barranquilla, dias 23 e 30. Se fracassar em qualquer uma das pontas, o Flamengo terá um fim de temporada para esquecer e certamente a insatisfação da torcida aumentará de forma considerável.

"Ninguém aqui está minimamente confortável com essa situação. A nossa campanha fora de casa é pífia. Temos a esperança de que voltaremos a jogar bem. Serão três jogos seguidos em casa para tentarmos uma recuperação. Estamos frustrados e indignados, mas temos a certeza de que a torcida vai nos apoiar como sempre fez. Os números mostram que isso pode fazer a diferença", comentou o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano.

FLAMENGO X CORINTHIANS

Data/hora: 19/11/2017, às 17h (de Brasília)
Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT)

Flamengo
Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Juan e Trauco; Cuéllar, Willian Arão e Diego; Everton Ribeiro, Geuvânio e Felipe Vizeu
Técnico: Reinaldo Rueda

Corinthians
Cássio; Léo Príncipe, Pablo, Balbuena e Marciel; Gabriel e Fellipe Bastos; Romero, Camacho e Marquinhos Gabriel; Jô
Técnico: Fábio Carille

Esporte