PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Veja lances de David Neres na base e entenda por que ele é a aposta do SP

Veja lances de David Neres

UOL Esporte

Luis Augusto Simon

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/10/2016 06h00

Na sexta-feira, um dia após a preocupante derrota contra o Santos, Ricardo Gomes, conversando com Marco Aurelio Cunha, fez uma confidência.

Disse que David Neres estava treinando muito bem, confirmando tudo o que se falava dele nas categorias de base. Explicou que pensava em escalá-lo em um momento melhor, mas que as circunstâncias estavam forçando a lançar mão do garoto.

Marco Aurélio, então, foi falar com Neres. Perguntou se ele estava pronto. A resposta foi categórica. “Sempre estive”.

E os 30 minutos em que atuou contra o Fluminense mostram que ele pode estar certo em sua autoavaliação. Mostrou personalidade, não sentiu o peso da importância do jogo e, nos primeiros cinco minutos, conseguiu dois cruzamentos muito bons, um com a direita e outro com a esquerda.

Ajudou na virada do São Paulo. Mas não surpreendeu André Jardine, treinador do sub-20 tricolor. “É um meia atacante com várias virtudes. É ágil, tem facilidade na troca de direção, inventivo, muita criatividade e sai de situações difíceis, com soluções inesperadas. Por isso, é diferente”.

A carreira de Neres, na base, teve alguns problemas. Há três anos, cometeu indisciplinas e deixou Cotia. A direção foi buscá-lo de volta. E, no início do ano, após a conquista da Libertadores, teve problemas médicos no ombro direito. Foi operado e parou por seis meses.

Para Jardine, Neres é um jogador em constante evolução. “Estamos lapidando a finalização com o pé direito. Também não surpreendeu a personalidade que mostrou no jogo difícil. É uma marca dele. Fez gols nas finais da Copa do Brasil, da Copa RS e uma jogada brilhante que terminou com o gol do título, de Lucas Fernandes, na Libertadores Sub-20”.

Neres estava pronto para defender a equipe profissional. Boa notícia para o São Paulo. Outra, muito melhor, é que ele ainda não está pronto como jogador. Aos 19 anos, pode melhorar muito.

Esporte