PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Inter revive 'vestibular' no ataque após 19 anos. Oito disputam duas vagas

Troca de técnico fez Inter segurar todos atacantes para avaliação. Inclusive Brenner - Jeremias Wernek/UOL Esporte
Troca de técnico fez Inter segurar todos atacantes para avaliação. Inclusive Brenner Imagem: Jeremias Wernek/UOL Esporte

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

26/07/2016 06h00

O ano era 1997 e o Internacional tinha Christian, Alberto, Washington e Robson no elenco. A disputa entre os jogadores criou o episódio, agora já folclórico, conhecido como ‘vestibular dos atacantes’. Quase 20 anos depois, o Colorado tem mais uma leva de várias opções. São oito nomes para no máximo duas vagas no time titular.

Com a contratação de Nico López, o Inter viu crescer a lista de alternativas no elenco principal. Ela até poderia ser maior, mas três jogadores foram emprestados: Alisson Farias, Maurides, Luque e Bruno Gomes.

As opções de Paulo Roberto Falcão para o ataque do Inter: Vitinho, Eduardo Sasha, Ariel Nahuelpan, Nico López, Brenner, Aylon, Bruno Baio e Mike.

Valdívia, meia-atacante, atuou contra a Ponte Preta em função mais adiantada. Com o cabeludo, sobe para nove o número de jogadores que disputam lugar no setor ofensivo.

“Tenho que jogar futebol, nada mais e nada menos. Mostrar nos treinos que quer jogar e quando entrar, resolver. No treino é fácil, fazer 15 gols e no jogo nem tocar na bola”, disse Valdívia sobre a concorrência.

Brenner, acertado desde maio, só agora está liberado para jogar. Aylon, que já foi titular e artilheiro do time na temporada, recebeu proposta do Bahia e o Inter recusou. A posição do clube em relação a ele e aos outros atacantes remete ao vestibular.

Nos próximos dias, Falcão vai observar em treinos e jogos as alternativas que tem. O vestibular dos atacantes voltou ao Beira-Rio. Em 1997, Christian levou a melhor. Mas todos conseguiram sucesso em suas carreiras nos anos seguintes. Agora, o Colorado precisa de todos os gols possíveis para sair da série de oito jogos sem vitória.

Esporte