PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Após lesões e caxumba, Henrique Almeida tenta recomeço no Grêmio

Henrique Almeida pode receber nova chance no Grêmio após longo período fora - Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio
Henrique Almeida pode receber nova chance no Grêmio após longo período fora Imagem: Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

20/07/2016 17h52

Henrique Almeida não tem vida fácil no Grêmio. Desde sua contratação, o ex-jogador de Botafogo e Coritiba sofreu contratempos. Esteve com caxumba, torceu o tornozelo direito e perdeu chance de se firmar. De volta e com alguma chance de jogar pela ausência de Luan, ele mira recomeço. 

"No jogo contra o Atlético-MG, quando me lesionei, eu acho que poderia ter uma boa sequência de jogo. Mas, acontece. Estou pronto e à disposição do Roger (Machado, técnico). Quando ele precisar de mim, estarei aqui para ajudar", disse em entrevista coletiva. 
 
Foram muitos problemas. No começo do ano, o surto de caxumba que atingiu o elenco do Grêmio encontrou nele a segunda vítima. Depos de Luan - o caso inicial - Henrique Almeida sofreu com a doença. Precisou ficar afastado de qualquer atividade por aproximadamente 10 dias. De fora, viu Bobô, concorrente por vaga, marcar gols e ter bom rendimento. 
 
Em seguida foram as lesões. No dia 28 de maio, o departamento médico confirmou uma lesão no tornozelo direito - ocorrida no duelo contra o Atlético-MG. O mesmo local há o havia feito parar por aproximadamente 15 dias. Seriam mais 30 dias fora de qualquer atividade. O prazo durou até o último final de semana, quando ele voltou a ser relacionado. Até agora soma 16 partidas e marcou dois gols. 
 
"Fiquei fora por conta das lesões. Tive caxumba, torci o tornozelo, fiquei muito tempo parado. Por conta disso, fiquei fora. Mas vamos ter chances e quando entrar não quero sair mais", disse. 
 
A concorrência por chance será com Bolaños e Bobô. O trio está disponível e luta por apenas uma vaga, deixada com a convocação de Luan para a seleção brasileira que disputa os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. 
 
Nesta quarta, Bolaños foi quem pintou entre os titulares. Mas a presença de Almeida na coletiva pode soar como indicativo de chance em campo. O Grêmio volta a trabalhar na quinta-feira e enfrenta o São Paulo no domingo às 16h (horário de Brasília), na Arena. 
 

Esporte