Topo

Esporte


Sob os olhares de Aguirre, Atlético vence Chapecoense e confirma o vice

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

06/12/2015 18h48

Após tropeçar nos dois últimos finais de semana, o Atlético-MG deixou para a última hora a confirmação do vice-campeonato brasileiro. Para assegurar o segundo posto, o clube precisava de apenas uma vitória simples diante da Chapecoense, no Mineirão. E o triunfo foi facilmente alcançado. Com gols de Thiago Ribeiro, Leonardo Silva e Patric, o Galo venceu por 3 a 0 e garantiu a segunda colocação do Brasileiro 2015.

Além da honra, o time mineiro também evitou terminar o ano com os bolsos um pouco mais vazios. Com o segundo lugar garantido, o clube vai embolsar cerca de R$ 6,3 milhões, dois milhões a mais que o Grêmio, terceiro colocado. De quebra, o jogo no Mineirão ainda contou com a torcida do técnico Diego Aguirre. Apresentado no meio da semana, o novo treinador acompanhou a partida das tribunas do Mineirão. O treinador do time júnior, Diogo Giacomini, comandou a equipe da beira do gramado.

ATLÉTICO X CHAPECOENSE

Motivo: 38ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data/hora: 06/12/2015, às 17h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaioi (GO-FIFA)
Assistentes: Alessandro A. Rocha de Matos (BA-FIFA) e Guilherme Dias Camilo (MG-FIFA)

GOLS: Thiago Ribeiro, 38'1ºT (1-0); Leonardo Silva, 5'2ºT (2-0); Patric 22'2ºT (3-0)
Cartões amarelos: ---
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 32.229 presentes/R$733.720,00.

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Patric; Rafael Carioca (Eduardo - 28'2ºT) e Lucas Cândido; Giovanni Augusto (34'2ºT), Luan, Thiago Ribeiro e Lucas Pratto (Carlos - 38'2ºT). Técnico: Diogo Giacomini (interino).

Chapecoense: Nivaldo; Caramelo, Rafael Lima, William Thiego e Tiago Costa; Elicarlos (Maylson - Intervalo), Gil e Camilo; William Barbio (Hyoran - Intervalo), Ananias (Wanderson - 31'2ºT) e Bruno Rangel. Técnico: Guto Ferreira.

Esporte