PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Para evitar protestos contra o time, Inter muda local de treino da sexta-feira

Inter voltará a treinar no Beira-Rio para fugir de protesto no CT do Parque Gigante - Jeremias Wernek/UOL Esporte
Inter voltará a treinar no Beira-Rio para fugir de protesto no CT do Parque Gigante Imagem: Jeremias Wernek/UOL Esporte

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

30/08/2012 16h26

Temendo a reação da torcida após a segunda derrota seguida no Brasileirão, que também completa uma série de quatro jogos sem vitória, o Internacional alterou o local do seu treino de sexta-feira. Fernandão e os jogadores trabalharão no Beira-Rio, onde o acesso é restrito em virtude das obras de reforma para Copa do Mundo de 2014.

A atividade no estádio vai encaminhar a equipe que enfrenta o Flamengo no domingo. E apesar de não ser liberada para os torcedores, poderá contar com a presença dos jornalistas. O que deixa claro o plano de evitar protestos.

No desembarque da delegação vermelha nesta quinta-feira, no Terminal 2 do Aeroporoto Salgado Filho, alguns colorados cobraram atletas. O lateral esquerdo Kleber foi o único a reagir, xingando torcedores durante uma entrevista.

Na internet, setores de organizadas já planejavam ir ao treinamento no CT do Parque Gigante – às margens da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, cobrar melhor rendimento do time. Por ser aberto, o local invariavelmente receberia protestos. Mesmo que fossem aleatórios, realizados por transeuntes.

Com 31 pontos, o Internacional é sétimo colocado no Brasileirão. Após perder para o Coritiba, no Couto Pereira, Fernandão definiu a fase do time como horrível. A diretoria, contudo, evita falar em nova troca no comando técnico.

Esporte