PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Quarterback 'multiatleta' e 18 anos mais novo desafia dinastia de Tom Brady

Patrick Mahomes em ação contra o Indianapolis Colts - Peter Aiken/Getty Images/AFP
Patrick Mahomes em ação contra o Indianapolis Colts Imagem: Peter Aiken/Getty Images/AFP

Flávio Latif

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/01/2019 04h00

No próximo domingo (20), o Kansas City Chiefs enfrenta o New England Patriots em uma das finais de conferência da NFL. O confronto valendo vaga no Super Bowl coloca Tom Brady, cinco vezes campeão, frente a frente com Patrick Mahomes, sensação da liga de futebol americano e principal responsável pela boa campanha da equipe do centro-oeste dos Estados Unidos.

Atualmente com 23 anos, Mahomes não terá um desafio fácil. Um dos maiores nomes da história do futebol americano, Brady é recordista em participações no Super Bowl (oito ao todo, incluindo os últimos dois anos). A história do jovem quarterback, porém, mostra que o jogador dos Chiefs tem tudo para fazer frente ao vitorioso veterano.

Mahomes cresceu no mundo do esporte. Ele é filho de Pat Mahomes, ex-arremessador da Major League Baseball (MLB) por mais de 10 anos. Na universidade, mostrou um perfil de 'multiatleta' e se aventurou em três modalidades diferentes.

Usando os ensinamentos de seu pai, se destacou no beisebol na escola e em seu primeiro ano na universidade Texas Tech. Ainda fez parte do time de futebol americano e defendeu em alguns momentos a equipe de basquete, dividindo seu tempo entre as três atividades.

Mahomes pai - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Pat Mahomes segura seu filho, Patrick, em seu colo
Imagem: Reprodução/Instagram

Em seu segundo ano, começou a temporada como o quarterback titular da equipe do esporte da bola oval e teve que fazer uma decisão que mudaria a sua vida a partir daquele momento.

Em 2014, o bom desempenho no beisebol o levou a ser escolhido na 37ª rodada do draft pelo Detroit Tigers, franquia da MLB, para ser o arremessador da equipe. Porém, ele optou por não assinar o contrato de novato e, no ano seguinte, sem tempo de conciliar os esportes, optou por sair do beisebol. 

Em seu terceiro ano, Mahomes bateu diversos recordes no futebol americano universitário e, no começo de janeiro de 2017, anunciou que entraria no Draft da NFL, renunciando ao seu último ano na Texas Tech.

Assim como na NBA, a NFL faz com que seus novatos passam por testes de velocidade, arremesso, reflexo e muitos outros, se chama NFL Combine. Como um quarterback, Mahomes foi sujeito a um teste de velocidade de arremesso com a bola oval. Ele registrou no aparelho 96,5 km/h, igualando o recorde já registrado pela liga esportiva profissional de futebol americano.

Com grande desempenho nos testes, Mahomes chamou a atenção de 28 representantes de equipes da NFL e treinadores de grandes franquias como o Cincinnati Bengals, Los Angeles Chargers, Chiacago Bears e Pittsburgh Steelers.

Mahomes pick - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Mahomes foi a 10ª escolha do Draft da NFL, em 2017
Imagem: Reprodução/Instagram

Na metade de 2017, os Chiefs escolheram o calouro na 10ª escolha do Draft e assinaram com Mahomes um contrato de quatro anos, no valor de US$ 16,4 milhões (cerca de R$ 61,1 milhões na cotação atual). Só pela assinatura, ele ganhou um bônus de US$ 10 milhões (cerca de R$ 37,3 milhões). 

Em sua primeira temporada na NFL não teve muitas oportunidades. Porém, em 2018, os Chiefs anunciaram que ele seria o quarterback titular da equipe de Kansas.

A temporada regular foi muito boa para Mahomes. Ele venceu duas vezes consecutivas o prêmio de melhor jogador ofensivo da semana da AFC (American Football Conference) e tornou-se o primeiro quarterback desde Tom Brady, em 2011, a começar uma temporada vencendo esse prêmio de forma consecutiva.

No fim do ano passado, Mahomes alcançou a marca de 50 touchdowns lançados em uma mesma temporada e se juntou a quarterbacks consagrados, como Tom Brady e Peyton Manning. Além disso, ele foi um dos escolhidos para o Pro Bowl, o Jogo das Estrelas da NFL.

Apesar de ter 1,91 m e ter 104 kg, a voz de Patrick Mahomes já gerou algumas piadas nos bastidores da NFL. O técnico principal dos Chiefs, Andy Reid, brincou em entrevista coletiva ao dizer que o quarterback "só tem tamanho" e comparar sua "voz de sapo" a do personagem Caco, dos Muppets. 

No vídeo oficial da apresentação do jovem jogador, disponível no site dos Chiefs, Mahomes disse que optou pelo futebol americano por gostar dos desafios que esse esporte lhe dá.

"Eu gosto muito de jogar futebol americano porque eu gosto dos desafios que temos dentro deste jogo, quando você tem a bola nas mãos é uma pressão muito grande sobre você, e eu amo esse tipo de coisa", afirmou Mahomes

Ele revelou que Aaron Rodgers, quarterback do Green Bay Packers, campeão e eleito o MVP (jogador mais importante da liga) do Super Bowl XLV é a sua inspiração no futebol americano e que tenta se espelhar e jogar como ele. 

O desafio agora é desbancar o experiente Brady, 18 anos mais velho e acostumado aos jogos decisivos, na busca pela classificação para o Super Bowl. O vencedor do confronto deste domingo avança à final da NFL, que será disputada em 3 de fevereiro, em Atlanta.

Maroon 5 será atração no intervalo do SuperBowl LIII

Band Notí­cias

Esporte