PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

GP de Mônaco terá público de 7.500 espectadores e teste de covid-19

Lewis Hamilton em ação durante o GP de Emilia Romagna, na Itáilia - REUTERS/Jennifer Lorenzini
Lewis Hamilton em ação durante o GP de Emilia Romagna, na Itáilia Imagem: REUTERS/Jennifer Lorenzini

Do UOL, em São Paulo*

04/05/2021 09h11Atualizada em 04/05/2021 10h51

O Grande Prêmio de Mônaco terá 40% (7.500) do público liberado seguindo os protocolos de segurança contra o novo coronavírus, incluindo testes de PCR. Ontem, o país registrou oito casos de covid-19 e nove recuperados, segundo dados do governo local.

O governo local permitiu essa porcentagem de público na quinta-feira (20), no sábado (22) e no domingo (23) com a abertura de todas as arquibancadas para tentar evitar aglomerações. Na sexta-feira (21), a capacidade máxima permitida será de 3 mil pessoas, sem cobrança de ingresso.

Esta é uma presença de público excepcional no contexto sanitário, no momento em que na França os eventos esportivos a céu aberto poderão voltar a receber público em 19 de maio, mas com o limite de mil espectadores.

"É importante que seja disputado com uma participação mínima de público e em condições sanitárias incontestáveis", destacou o ministro de Estado, Pierre Dartout.

Estas será a primeira corrida da temporada 2021 com tanto público: a F1 é disputada em uma espécie de bolha desde o início da pandemia de covid-19.

Em 2020, o GP da Toscana de Fórmula 1 foi o primeiro da temporada a reunir público, de 11 a 13 de setembro, com 3 mil espectadores por dia.

Em uma temporada de 17 GPs organizados em sua maioria a portas fechadas, algumas corridas receberam mais público, na Rússia, Alemanha ou Portugal, onde estavam presentes 25.000 espectadores.

Em 2021, alguns espectadores vacinados ou recuperados de covid-19 compareceram à corrida de abertura no Bahrein, em 28 de março. Os GPs da Emilia Romagna (Itália) e de Portugal foram disputados sem público, enquanto o Grande Prêmio da Espanha, em Barcelona, deve receber 1.000 torcedores no próximo domingo.

Circuito de Mônaco

O circuito de Mônaco foi fundado em 1929 e é um dos mais tradicionais da Fórmula 1. O maior campeão da pista é o brasileiro Ayrton Senna, com seis vitórias. Por equipe, quem lidera é a McLaren, com 15 conquistas de diferentes automobilistas.

São 3.337 km de pista, com 78 voltas e 260.286 km rodados. O recordista de melhor tempo é Max Verstappen, que, em 2018, fez uma volta em 1:14.260.

*Com informações da AFP

Fórmula 1