PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Que fase! Vettel não vai nem para o Q3 no GP dos 70 anos da Fórmula 1

Sebastian Vettel, da Ferrari, dirige no circuito de Silverstone - Bryn Lennon/Getty Images
Sebastian Vettel, da Ferrari, dirige no circuito de Silverstone Imagem: Bryn Lennon/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

08/08/2020 12h53

Se a Ferrari não vive um bom momento, a fase de Sebastian Vettel é ainda pior. O piloto quatro vezes campeão mundial terminou fora do Q3 na classificação para o GP dos 70 anos, e vai largar somente em 11º lugar enquanto Leclerc sairá em oitavo - Valtteri Bottas foi o primeiro e Lewis Hamilton o segundo.

Esta é a segunda vez em cinco corridas na temporada que ele não avança para a última fase da classificação - a outra foi o GP da Áustria, quando largou em 11º. O placar em classificações está 3 a 2 em favor de Leclerc e há vários parâmetros em que o alemão fica atrás em relação ao seu companheiro. O mais significativo é a classificação geral. Leclerc é o quinto colocado com 33 pontos e Vettel é somente o 13º com 10 pontos.

O melhor resultado do tetracampeão em corrida é um modesto sexto lugar, algo que fica ainda mais apagado frente aos dois pódios do companheiro de equipe. Mas além de piores resultados nas corridas e de estar atrás no placar de classificações, o desempenho do alemão nas duas provas disputadas no circuito de Silverstone deixa a desejar.

Se desta vez ele está fora do Q3, na semana passada, no GP da Inglaterra, Vettel tomou 0s912 de Leclerc. Desde que chegou ao país, o piloto não se encontrou e mesmo tentando várias alternativas. Além disso, o alemão teve vários problemas no carro nos treinos livres: na semana passada, perdeu muito tempo de pista primeiro por conta de um mau funcionamento no sistema de arrefecimento do carro e depois nos pedais, e na última sexta-feira teve uma quebra de motor.

Depois da sessão de classificação, Vettel declarou que não tenho mais respostas para os problemas do carro e tem relatado que o carro muda de comportamento de um dia para o outro, como aconteceu do sábado para o domingo na semana passada. "Estou ficando sem respostas", reconheceu.

Vettel - Divulgação - Divulgação
Sebastian vettel não se encontrou nas corridas disutadas na Inglaterra
Imagem: Divulgação

No paddock, o comentário é que a Ferrari está usando menos asa para compensar o motor desta temporada, que entrega menor potência e velocidade final na parte rápida do circuito. A consequência é redução na estabilidade nas curvas e Vettel não estaria sabendo lidar com esta configuração.

Além da falta de resultado, pesa o fato dele já ter sido preterido para temporada do próximo ano. Antes mesmo da primeira corrida de 2020, a Ferrari anunciou sua saída. Vettel prometeu que daria a resposta na pista, mas não está conseguindo resultados. Além disso, sua única possibilidade de permanecer no grid no ano que vem é com a Aston Martin, mas ele não descarta a aposentadoria aos 33 anos.

Fórmula 1