PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Sette Câmara deve ser anunciado como 3º piloto da McLaren no GP do Brasil

Sergio Sette Camara no pódio da F-2 no Bahrein - Divulgação
Sergio Sette Camara no pódio da F-2 no Bahrein Imagem: Divulgação

Julianne Cesaroli

Colaboração para o UOL, em Austin (EUA)

19/10/2018 16h22

O brasileiro Sergio Sette Câmara está próximo de ser anunciado como terceiro piloto da McLaren na próxima temporada. O anúncio deve ser feito no GP do Brasil e tem relação com a presença da Petrobras no time britânico.

A estatal brasileira é atualmente patrocinadora da McLaren e, em 2019, passará a fornecer combustível para a equipe e aumentará seu investimento no esporte. Já para Sette Câmara, trata-se de uma porta de entrada importante, uma vez que todos os três estreantes já confirmados para a temporada 2019 da F-1 vêm de programas de desenvolvimento das equipes, como o caso de Lando Norris, da própria McLaren, George Russell, que tem relação com a Mercedes, e Antonio Giovinazzi, com a Ferrari.

Paralelamente ao trabalho com a equipe de F-1, que inclui participar do cotidiano do time e ajudar no desenvolvimento e acerto do carro no simulador, Sette Câmara vai fazer sua terceira temporada na F-2.

Atualmente, o piloto é o sexto colocado em uma temporada na qual causou boa impressão, uma vez que andou mais perto que o esperado de seu companheiro, justamente Norris. Por conta disso, ele disse ao UOL Esporte que várias equipes fortes estão interessadas. A maior possibilidade, contudo, é que ele permaneça na Carlin.

“Vamos tentar ficar com a melhor equipe possível, mas eu sinceramente não sei qual será. Depois de um ano muito bom que tivemos, temos a condição de escolher, porque todas as portas estão abertas. Não é uma decisão fácil, porque vemos que, em um fim de semana, é uma equipe que anda melhor e em outro isso muda”, afirmou.

Para 2019, o plano de Sette Câmara é lutar pelo título, a fim de ter pontos suficientes para obter a superlicença, necessária para correr na F-1.

Tradutor: Do

Fórmula 1