PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

McLaren descarta entrada na Fórmula Indy e frustra planos de Alonso

Fernando Alonso, da McLaren, durante GP do Japão - Behrouz Mehri/AFP
Fernando Alonso, da McLaren, durante GP do Japão Imagem: Behrouz Mehri/AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/10/2018 16h12

O britânico Zak Brown, presidente-executivo da McLaren, revelou nesta sexta-feira (19) que a escuderia não terá uma filial na Fórmula Indy a partir de 2019, como se especulou durante meses, por conta do interesse do espanhol Fernando Alonso em disputar a próxima temporada da categoria.

Em entrevista com os demais chefes de equipes da Fórmula 1 antes dos treinos livres para o Grande Prêmio dos Estados Unidos, no Circuito das Américas, em Austin, Brown disse não haver tempo hábil para criar uma estrutura competitiva. "Simplesmente não estamos preparados", afirmou.

O objetivo mais viável para a McLaren na categoria rival, no entanto, é viabilizar uma participação nas 500 Milhas de Indianápolis em 2019. "É de grande interesse para nós, mas será uma decisão que tomaremos no fim desta temporada. Estamos focados na Fórmula 1", disse Brown.

Recuar na ideia de ter equipe própria na Indy frustra os planos de Alonso de se dedicar a uma temporada completa na categoria. O contrato com a McLaren expira em dezembro, e o bicampeão mundial já afirmou que deixará a Fórmula 1. Desta forma, ele deverá optar por participações pontuais no calendário.

Desinteressado da F1 devido à falta de competitividade da McLaren para brigar por pódios, Alonso tem flertado com outras categorias desde o ano passado, quando correu as 500 Milhas de Indianápolis - ele chegou a liderar por 27 voltas, mas abandonou a prova com problemas no motor.

Em 2018, o espanhol está conciliando a Fórmula 1 com etapas do Mundial de Endurance (WEC) e ajudou a equipe Toyota a vencer as 6 Horas de Spa-Francorchamps, na Bélgica, em maio, e as 24 Horas de Le Mans, na França.

O sonho de Alonso é conquistar a Tríplice Coroa, igualando-se ao britânico Graham Hill, único piloto a vencer as três provas de maior prestígio do automobilismo mundial: GP de Mônaco de Fórmula 1, 500 Milhas de Indianápolis e 24 Horas de Le Mans. Falta apenas a Indy 500 para ele obter o feito.

Fórmula 1