PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Pela primeira vez na história, Coca-Cola estampa sua marca em carros de F-1

Fabricante de refrigerantes vai patrocinar a McLaren até o final da temporada 2018 - McLaren/Divulgação
Fabricante de refrigerantes vai patrocinar a McLaren até o final da temporada 2018 Imagem: McLaren/Divulgação

Do UOL, em São Paulo

18/10/2018 12h24

Pela primeira vez na história, a Coca-Cola irá estampar sua marca em carros de Fórmula 1. Nas últimas quatro etapas da temporada 2018 (EUA, México, Brasil e Abu Dhabi), a fabricante de refrigerantes será uma patrocinadora secundária dos carros da McLaren.

Não será, no entanto, a primeira iniciativa da Coca-Cola no automobilismo. Na antiga Fórmula 3000 (atual Fórmula 2), a empresa já foi a patrocinadora principal da equipe Nordic em 2001 e 2002, pintando de vermelho os carros de Tomas Enge, Justin Wilson e Ryan Briscoe, entre outros. Mesmo na Fórmula 1, a companhia já patrocinou a Lotus, mas estampando a marca do energético Burn nos carros da escuderia em 2012.

Com o acordo firmado, a logo da Coca-Cola irá aparecer nos carros e nos macacões de Fernando Alonso, Stoffel Vandoorne e Lando Norris. As marcas Dasani e Smartwater, que pertencem à fabricante, também devem ser utilizadas nas etapas.

Coca-Cola nos macacões da McLaren - McLaren/Divulgação - McLaren/Divulgação
Imagem: McLaren/Divulgação

“A Coca-Cola tem uma rica história de patrocínios e um histórico de ativações inovadoras. Estamos honrados que a companhia tenha escolhido ser parceira da McLaren para explorar oportunidades na Fórmula 1”, disse Zak Brown, diretor executivo da McLaren. “A Fórmula 1 como esporte está mudando, como nós estamos (mudando) como equipe, e estamos ansiosos para apresentar à Coca-Cola o potencial que nossa equipe e nosso fantástico, global esporte representam”, acrescentou o dirigente.

A Coca-Cola também comemorou o acerto. Em nota no site da McLaren, o vice-presidente da empresa para parcerias esportivas, Ricardo Fort, se mostrou igualmente “ansioso” com a parceria com a equipe inglesa.

“Estamos ambos procurando por mais conexões com a juventude. Esta parceria vai nos levar ao que nossos consumidores e mercados estão procuram nesta paixão de alta octanagem”, afirmou Fort.

Embora o acordo termine originalmente no fim da temporada 2018, as partes envolvidas admitem a renovação para 2019. A McLaren tem 58 pontos na atual temporada, sendo 50 com Fernando Alonso, e ocupa a sexta posição no Mundial de construtores.

Fórmula 1