PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Gasly escapa de batida a 340 km/h no Azerbaijão e reclama de Magnussen

Reprodução
Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

27/04/2018 17h30

O francês Pierre Gasly, piloto da Toro Rosso, deixou irritado o segundo treino livre para o Grande Prêmio do Azerbaijão, nesta sexta-feira. Não com a 15ª posição na atividade, mas com o dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas. O motivo? Uma disputa na pista.

No momento em que ambos abriam uma volta, Gasly colocou o carro para passar o rival por fora antes da curva 1. Magnussen não tirou o pé, e o francês da Toro Rosso teve que antecipar a freada para evitar um acidente mais grave.

Magnussen fechou a sessão na nona colocação, seis posições à frente do rival. Mas Gasly, mesmo tendo evitado o contato, saiu reclamando.

“Kevin me passou quando eu estava abrindo a volta, então eu pensei que ele fosse tirar o pé (ao cruzar a linha de chegada)”, disse o francês, segundo o site da revista Autosport. “Ele meio que me empurrou. Foi muito perigoso. Não sei quanto espaço havia entre os dois carros, mas achei que ele arrancaria minha asa dianteira”, completou.

Ainda de acordo com o próprio Gasly, os dois estavam a 340 km/h no momento, “então seria bom deixar algum espaço”. “Estivemos bem perto de ter algo espetacular”, disse, referindo-se a um possível acidente.

Os dois conversaram no briefing dos pilotos após a sessão, ainda segundo a revista. O dinamarquês, após o encontro, disse que não havia percebido que Gasly estava tão próximo.

Fórmula 1