PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Felipe Massa revela sofrimento com carro 'torto' no GP da Hungria

FERENC ISZA/AFP
Imagem: FERENC ISZA/AFP

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Budapeste (HUN)

24/07/2016 12h22

Felipe Massa sabia que teria uma corrida difícil na Hungria, largando apenas em 18º após bater no treino classificatório e vendo a Williams com um ritmo pior que suas rivais diretas no travado circuito de Hungaroring. Mas a situação do brasileiro só piorou quando um problema hidráulico fez com que sua prova, além de dura, se tornasse “sofrida”.

“Foi uma corrida muito difícil”, revelou o brasileiro, que terminou apenas em 18º. “Durante toda a prova, não conseguimos resolver um problema que começou logo nas voltas antes de eu ir para o grid. Foi um problema hidráulico no volante, que fazia com que o carro ficasse muito pesado nas curvas para a direita e muito leve na esquerda.”

A Williams chegou a tentar solucionar o problema e conseguiu melhorar a situação, mas não o suficiente para que o brasileiro tivesse um ritmo normal.

“Paramos no box para tentar solucionar, mas não dava tempo de trocar a peça. Melhorou, mas ficou para o lado contrário, com a esquerda pesada e a direita leve, mas era possível guiar daquela maneira, ainda que não fosse fácil. Foi um grande sofrimento e estou com o braço bem dolorido. Foi uma corrida muito ruim.”

O piloto não vem tendo um bom desempenho nas últimas provas, tendo marcado apenas dois pontos desde o GP da Espanha, em maio.

O companheiro do brasileiro, Valtteri Bottas, somou dois pontos com o nono lugar. Com a sequência de resultados ruins da Williams, o time passou a ser ameaçado pela Force India, que agora tem apenas 20 pontos a menos, na luta pela quarta colocação no campeonato.

Fórmula 1