PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Surfista, Hamilton se diz 'na crista da onda', mas Rosberg não se preocupa

DOMINIC EBENBICHLER/Reuters
Imagem: DOMINIC EBENBICHLER/Reuters

Julianne Cerasoli

Do UOL, em Budapeste (HUN)

23/07/2016 06h00

Nico Rosberg pode estar na liderança do campeonato desde a primeira prova, na Austrália, em março, mas não vivendo um bom momento na temporada. Depois de vencer as quatro primeiras provas, o alemão ganhou apenas uma das cinco etapas seguintes.

Além disso, o alemão viu o companheiro e grande rival pelo título, Lewis Hamilton, crescer nas últimas etapas e encostar na tabela: a diferença entre os dois, que já chegou a ultrapassar os 40 pontos, hoje não passa de um.

Perguntado na Hungria, onde disputa a décima etapa do campeonato neste final de semana, como lida com a aproximação do inglês, Rosberg garantiu que não está focado na tabela de pontos por enquanto. “Só penso em uma corrida por vez e depois que ela acaba eu sigo adiante.

Estou me sentindo bem, animado por estar aqui. Tem sido uma boa temporada até aqui e vou tentar vencer neste final de semana”, disse o alemão, que anunciou neste final de semana a extensão do contrato com a Mercedes por mais duas temporadas.

Hamilton, por sua vez, reconhece o bom momento. “Claro que a sensação de estar 43 pontos atrás e de estar um ponto atrás é bem diferente. O fato de ter vencido as últimas duas corridas em sequência foi incrivelmente motivador e inspirador e a última corrida foi o melhor final de semana de que eu me lembro”, disse o inglês, que fez uma comparação com o surfe.

“Não sei se vocês surfam mas eu surfo, e às vezes você tem de esperar pelas ondas e elas não vêm. Eventualmente elas aparecem e você cai, mas quando você pega uma onda é uma sensação incrível, e é parecido com a minha sensação agora, estou na crista da onda.”

O inglês pode assumir a liderança do campeonato pela primeira vez neste final de semana em Budapeste, onde tem um excelente currículo de quatro vitórias em nove tentativas.

Fórmula 1