PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Decepcionado com novela da classificação, Vettel compara F-1 com sorveteria

Brandon Malone/Reuters
Imagem: Brandon Malone/Reuters

Do UOL, em São Paulo

31/03/2016 11h43

A manutenção do novo sistema de classificação, que foi duramente criticado por pilotos, equipes e fãs após a estreia no GP da Austrália, causou revolta no paddock, que voltou a se reunir para a segunda etapa do campeonato, no Bahrein.

Um dos maiores críticos ao sistema, que conta com eliminações a cada 90s, Sebastian Vettel voltou a atacar a maneira como os dirigentes da Fórmula 1 têm falhado ao ouvir os anseios do público.

“Estou tão desapontado quanto qualquer outro que não queria que o sistema voltasse. É o seguinte: se você vende sorvete de baunilha, mas todos pedem de chocolate e, no dia seguinte, é esperado que você tenha sorvete de chocolate para vender. Mas você só tem baunilha de novo”, comparou.

“Normalmente você faz o que seus clientes querem, mas se está fazendo exatamente o contrário, não é algo de que tem de se orgulhar. Se todos são contra algo e ainda assim você segue adiante com a decisão… a classificação é só um exemplo de que algo não está certo.”

A manutenção da mudança não surpreendeu Lewis Hamilton. “Nunca existe uma discussão clara. As coisas vêm e vão continuamente. Uma hora é de um jeito, na outra muda. Às vezes você se perde e volta para onde começou… mas é interessante considerando que os fãs estavam infelizes [com a mudança] e continuamos com ela.”

O retorno ao sistema antigo chegou a ser anunciado no domingo do GP da Austrália, menos de 24h após a estreia da novidade, mas a falta de acordo entre as equipes - Force India e McLaren teriam sido contra uma nova mudança - manteve o sistema novo pelo menos até o GP do Bahrein. Após a prova, que acontece neste domingo a partir do meio-dia pelo horário de Brasília, haverá uma nova discussão sobre o tema.

Fórmula 1