PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Oração, caminhada e emoção marcam homenagem de milhares a Senna em Ímola

Do UOL, em São Paulo

01/05/2014 10h39

Cenário da morte de Ayrton Senna, o circuito de Ímola recebeu milhares de fãs nesta quinta-feira, dia em que se completa 20 anos da morte do tricampeão mundial de Fórmula 1. Um grande público participou das atividades no "Ayrton Senna Tribute Day", com orações, caminhada e muita emoção na pista italiana.

De acordo com a BBC, o dia começou com uma caminhada nesta terça-feira, lembrando não só o acidente de Senna, mas também a batida fatal que matou Roland Ratzenberger um dia antes. Serão quatro dias de eventos, com palestras sobre segurança, corridas de kart, exposição e exibição de carros antigos, entre outras atividades.

Muitos fãs – de todas as partes do mundo e alguns especialmente para visitar neste 1 de maio - levaram flores e as deixaram aos pés da estátua de bronze feita em homenagem a Senna.

Pela família do piloto, quem marcou presença foi a sobrinha Paula – irmã de Bruno e filha de Viviane Senna. Pilotos como Fernando Alonso, Kimi Raikkonen, Nigel Mansell, Damon Hill e Gehard Bherger estiveram juntos e acompanharam os eventos.

“É muito emocionante para nós, faz tanto tempo e o amor das pessoas ainda é tão vivo”, disse Paula Senna. “É muito especial, pois sou da família, mas parece que Ayrton ainda vive dentro do coração destas pessoas. É lindo.”

Mansell homenageou o antigo rival: “fui abençoado nos anos 1980 de corer com tantos pilotos bons. Mas Ayrton se destacou entre todos eles.”

O pai de Ratzenberger, Rudolf, também esteve em Ímola e disse que ele e sua mulher estão “muito tocados que ainda haja tanto interesse” no filho. Ele ainda acrescentou: “Senna também está vivo nos nossos corações”.

No Brasil

Senna ganhou homenagens no Brasil desde cedo. Logo nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, fãs do ex-piloto foram ao Cemitério do Morumby com flores e imagens que foram deixadas no túmulo.

No autódromo de Interlagos, uma réplica de um modelo usado por Senna na McLaren está em exposição. 

O que você ainda não sabe sobre a morte de Senna

  • Capítulo 1

    Chefe da Williams aprovou mudança de regra que prejudicou ano de Senna

  • Capítulo 2

    Na primeira vez que dirigiu carro que o matou, Senna o considerou inguiável

  • Capítulo 3

    Entenda por que a trapaça de Benetton colocou pressão em Senna

  • Capítulo 4

    Sem espaço para as mãos, Senna se machucava ao dirigir sua Williams

  • Capítulo 5

    Acidente de Rubinho desestabiliza ainda mais Senna

  • Capítulo 6

    Pressão sobre Senna teve até gravação comprometedora de Galisteu

  • Capítulo 7

    Dia 1º de maio de 1994: o pior dia na carreira de um jornalista

  • Capítulo 8

    Posição dos pés de Senna pós-acidente era prova de que acidente foi grave

  • Capítulo 9

    O acidente e a morte de Senna em detalhes que você nunca leu

  • Capítulo 10

    Ferimentos fizeram cabeça de Senna inchar e ficar irreconhecível

  • Capítulo final

    Caixão de Senna veio ao Brasil na classe executiva; passageiros não sabiam

Fórmula 1