PUBLICIDADE
Topo

Vitor Guedes

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

CBF está de parabéns!

Seleção brasileira bicampeã mundial de futsal down é homenageada no Corinthians - Felipe Varga/Divulgação
Seleção brasileira bicampeã mundial de futsal down é homenageada no Corinthians Imagem: Felipe Varga/Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Vitor Guedes

Vitor Guedes é jornalista e professor universitário pós-graduado em Português, Língua e Literatura pela UMESP, autor do livro "Paixão Corinthiana", com passagens por Jovem Pan, Lance!, Site do Corinthians, BandNews FM, Agora São Paulo, FAPSP e UNG. Com Copas do Mundo, Mundial Libertadores, Brasileiros e dezenas de Paulistas no currículo, Vitor Guedes é 1977, pai do Basílio, ZL e, atualmente, é colunista do UOL Esporte e comentarista do Baita Amigos no Bandsports

Colunista do UOL

11/05/2022 15h40Atualizada em 11/05/2022 15h40

Tenho 45 anos, mais da metade deles exercendo jornalismo na editoria de esportes e a primeira lembrança que tenho na vida me remete à Copa do Mundo de 1982. Para além da profissão, não tenho nenhuma recordação pessoal que o futebol não faça parte. Estou jornalista, nasci, cresci, reproduzi e morrerei torcedor.

Nesse tempo todo, já tive muitas alegrias e tristezas com o futebol, mas não lembro de ter qualquer motivo para ter feito qualquer elogio à CBF.

Então, como é raríssimo, se não me falha a memória, inédito, não perderei a chance, talvez única, de elogiar a Confederação Brasileira de Futebol por ter feito o mínimo e auxiliado à seleção brasileira de futsal down, que conquistou o bicampeonato mundial, no mês passado, no Peru.

Nesta terça-feira à noite, compareci, como torcedor e convidado, à festa em homenagem aos bicampeões realizada no Salão Nobre do Parque São Jorge. Foi emocionante ver a alegria dos craques e da comissão técnica comandada pelo treinador Cleiton Monteiro.

Fã de Carnaval e do samba, fiquei muito feliz também com a presença da Bateria Ritmo 12 da torcida organizada e escola de samba Camisa 12. No evento, o presidente da 12 Edson Facchola revelou que a escola falará de inclusão (de forma geral e que também falará do futsal down e do esporte inclusivo) no Carnaval-2023.

Parabéns aos jogadores, à comissão técnica e, desta vez, até a CBF, que auxiliou a CBDI (Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais) com os custos de transporte, alimentação e que premiou 20 membros da delegação (os 13 jogadores e os integrantes da comissão técnica) com um bicho de R$ 5 mil para cada um.

É pouco pelos valores que a CBF movimenta? É, quase nada! Mas não sei se terei outra chance de elogiar a CBF, está feito o registro.

Seleção futsal down - Marcos Ribolli/CBDI/DIVULGAÇÃO - Marcos Ribolli/CBDI/DIVULGAÇÃO
Equipe da seleção brasileira de futsal down, que foi bicampeã mundial após vitória sobre a Argentina no Peru
Imagem: Marcos Ribolli/CBDI/DIVULGAÇÃO

Sobre a seleção brasileira de futebol convocada nesta quarta-feira eu, Danilo Lavieri e Igor Siqueira analisamos na live do Danilo e do Vitão no UOL.

Eu sou o Vitor Guedes e tenho um nome a zelar. E zelar, claro, vem de ZL! É nóis no UOL!

Veja:

E me siga no Twitter e no Instagram.