PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Rodolfo Rodrigues: Dá gosto ver Renato Augusto e Willian pelo Corinthians

Renato Augusto comemora o gol de empate do Corinthians contra o Grêmio - ANDRÉ ANSELMO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Renato Augusto comemora o gol de empate do Corinthians contra o Grêmio Imagem: ANDRÉ ANSELMO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

05/12/2021 19h25

O Corinthians empatou com o Grêmio por 1 x 1 neste domingo (5), na Neo Química Arena, e garantiu sua vaga na fase de grupos da Copa Libertadores de 2022. O resultado praticamente rebaixou o time gaúcho e deu um gostinho de vingança por 2007 para os torcedores.

É claro que o time precisa evoluir bastante ainda para poder brigar de perto com os rivais Palmeiras, Atlético-MG e Flamengo na próxima temporada. Mas o foto de conquistar uma vaga na fase de grupos da Libertadores depois de começar tão mal o campeonato, deu um ânimo para o torcedores. E muito disso passou, claro, pela chegada dos reforços no meio da competição (Renato Augusto, Willian, Róger Guedes e Giuliano).

Contra o Grêmio neste domingo, Willian, recuperado de lesão, jogou demais. Segundo o SofaScore, o meia deu uma assistência, criou quatro chances acertou 42 de 46 passes (91% de acerto), acertou 7 de 8 tentativas de drible, sofreu 4 faltas e fez 2 desarmes. No primeiro tempo, quase fez um gol, acertando a trave de Gabriel Chapecó num lance em que o árbitro marcou impedimento. Seu desempenho e sua facilidade para driblar impressionam demais.

Outro que vem dando gosto de ver é Renato Augusto, disparado o melhor jogador do Corinthians nesse Brasileirão. Aos 40 minutos do segundo tempo, fez um golaço de fora da área, no ângulo do goleiro Gabriel Chapecó, anotando mais uma pintura. Foi seu 4º gol no Brasileirão, o 3º de fora da área — havia marcado contra o Ceará na estreia assim também.

Em 21 jogos, sendo 16 como titular, Renato Augusto, mesmo abaixo da forma física ideal, deu uma salto de qualidade para o time. Não há um torcedor que não se admire pelo seu futebol e fale: "Ele joga demais". Líder em campo, o meia pode vir a ser até uma opção para o técnico Tite, assim como Willian.

Com esses dois craques, o Corinthians pode, sim, pensar em voltar em conquistar algum título em 2022. Ainda mais se o clube trouxer alguns reforços, principalmente um centroavante.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL