PUBLICIDADE
Topo

Rodolfo Rodrigues

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Alemanha é a maior decepção na 1ª rodada da Euro 2020

França comemora gol contra a Alemanha na estreia da Eurocopa - dpa/picture alliance via Getty I
França comemora gol contra a Alemanha na estreia da Eurocopa Imagem: dpa/picture alliance via Getty I
Conteúdo exclusivo para assinantes
Rodolfo Rodrigues

Rodolfo Rodrigues é apaixonado por números e estatísticas no futebol. Foi repórter do Lance!, editor da Placar e do prêmio Bola de Prata ESPN e é autor de dez livros sobre futebol.

Colunista do UOL

15/06/2021 17h55

Das principais seleções da Euro 2020, a Alemanha foi que mais decepcionou nessa 1ª rodada. O time de Joachim Löw foi derrotado pela França por 1 x 0, em Munique, nesta terça-feira (15) apresentando um futebol fraco, sendo inferior o tempo todo e seguindo sua má fase. A derrota foi a primeira numa estreia da seleção alemã em 13 participações na Euro.

Enquanto a França confirmou seu favoritismo com uma boa vitória sobre a Alemanha, a seleção portuguesa fez sua parte e venceu a Hungria por 3 x 0 nesse Grupo D. Nos outros grupos, a Itália bateu a Turquia (3 x 0), a Bélgica fez 3 x 0 na Rússia e a Inglaterra venceu a Croácia por 1 x 0. Entre os favoritos, outro que não venceu foi a Espanha, que ficou no 0 x 0 contra a Suécia, mas jogando bem, perdendo muitos gols.

Desde 2018, a seleção do técnico Joachim Löw vem colecionando fracassos. Na primeira edição da Liga das Nações (2018/19), ficou em último no grupo com Holanda e França (2 empates e 2 derrotas) e só não foi rebaixada para o 2º escalão da competição porque a Uefa mudou o seu formato. Na edição seguinte (2020/21), a Alemanha caiu na primeira fase, não se classificando para a semifinal após levar uma de suas maiores goleadas na história: 6 a 0 para a Espanha.

Na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a seleção de Joachim Löw, então atual campeã, caiu na primeira fase pela primeira vez na história depois de perder para México e Coreia do Sul. Atualmente na 12ª colocação no ranking da Fifa, uma de suas piores posições desde 1991 (foi 19º em 2004).

A Federação Alemã já anunciou o fim do ciclo de 15 anos do técnico Joaquim Löw à frente da seleção após a Euro. Hans-Dieter Flick, campeão da Liga dos Campeões de 2020 com o Bayern Munique, será o seu substituto.

Você pode me encontrar também no twitter (@rodolfo1975) ou no Instagram (futebol_em_numeros)

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL