PUBLICIDADE
Topo

Olhar Olímpico

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Rebeca Andrade lidera lista de olímpicos que bombaram em 2021 no Google

Rebeca Andrade é ouro no salto - Maja Hitij/Getty Images
Rebeca Andrade é ouro no salto Imagem: Maja Hitij/Getty Images
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

08/12/2021 04h00

Vencedora do Prêmio Brasil Olímpico entre as mulheres, em cerimônia realizada na noite de ontem (7) em Aracaju, a ginasta Rebeca Andrade foi a atleta olímpica mais pesquisada no mecanismo de busca do Google até aqui em 2021. A flamenguista faturou uma medalha de ouro (salto) e uma de prata (individual geral) nos Jogos de Tóquio e repetiu a dobradinha no Campeonato Mundial, disputado também no Japão.

Rebeca, que chegou a 2,4 milhões de seguidores no Instagram e se tornou queridinha do mercado publicitário de agosto para cá, deixou para trás a também ginasta Simone Biles, que, apesar de ser norte-americana, ficou em terceiro lugar na lista produzida pelo Google a partir das pesquisas de usuários brasileiros.

De acordo com o Google, a lista mostra as principais tendências de buscas dentro do recorte analisado e é baseada nos termos de pesquisa que tiveram o maior aumento de interesse neste ano em comparação com o ano anterior. Isso não significa, obrigatoriamente, que Rebeca tenha sido a atleta mais pesquisada de 2021 no Google.

Em segundo lugar na lista, entre Rebeca e Biles, aparece Isaquias Queiroz, campeão olímpico na canoagem velocidade. Fenômeno das redes sociais, com 6,8 milhões de seguidores no Instagram, Rayssa Leal aparece em quarto, logo à frente de Italo Ferreira, do surfe.

A lista dos 10 nomes com maior crescimento em buscas no Google em 2021 tem, em sexto lugar, o jogador de vôlei Maurício Souza, que disputou os Jogos Olímpicos de Tóquio, mas teve visibilidade principalmente por uma postagem de teor homofóbico que acabou causando sua saída do Minas Tênis Clube.

Campeão mundial de surfe da temporada, Gabriel Medina ficou em sétimo, logo à frente de Rosamaria, destaque da equipe de vôlei feminino que foi prata em Tóquio. Protagonista nas Olimpíadas, principalmente pela atuação nas redes sociais, o também jogador de vôlei Douglas Souza ficou em nono na lista, que tem Ana Marcela Cunha, campeã olímpica da maratona aquática, na décima colocação.