PUBLICIDADE
Topo

Basquete

PM alega insegurança e não disponibilizará homens para Vasco x Fla no NBB

Vasco e Flamengo vivem novo imbróglio do clássico no basquete - Stephan Eilert / Solar Cearense
Vasco e Flamengo vivem novo imbróglio do clássico no basquete Imagem: Stephan Eilert / Solar Cearense

*Bruno Braz e Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/01/2017 19h13

O clássico entre Vasco e Flamengo pelo basquete ganhou mais um capítulo polêmico em sua novela. Sem querer se responsabilizar por suposta falta de segurança na Arena da Barra, local da partida, e alegando outros compromissos de seu efetivo na mesma data, a Polícia Militar do Rio de Janeiro, através de seu comandante geral, Wolney Dias Ferreira, informou que não disponibilizará seus homens para a partida do NBB, inicialmente marcada para este sábado (28) às 14h (veja o comunicado abaixo).

Mandante do jogo, o Cruzmaltino deseja que o duelo aconteça com as duas torcidas e já tinha até mesmo agendado o início da venda de ingressos para esta terça-feira (24), ação que foi cancelada em virtude do imbróglio.

PM comunica que não disponibilizará policiais para o clássico entre Vasco e Fla - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O UOL Esporte entrou em contato com a assessoria de imprensa do Novo Basquete Brasil (NBB), que informou que a Liga já respondeu o comunicado à PMRJ e aguarda as considerações, mas deixa claro que, por ela, a partida está mantida.

Já o Vasco espera o posicionamento oficial do NBB ao clube para se manifestar publicamente. Internamente, porém, já há um conformismo que o jogo aconteça em torcida única e com seguranças particulares, com os custos sendo arcados pelo Cruzmaltino.

No comunicado, a Polícia Militar alega como alguns motivos para a indisponibilidade de seus homens a falta de barreiras físicas de divisão de torcidas na Arena da Barra e de áreas de circulação do público.

Outras polêmicas

Esta não é a primeira vez que o clássico entre Flamengo e Vasco gera polêmica no basquete. Ainda pelo Campeonato Carioca, a PM já havia vetado o duelo com duas torcidas. Na ocasião, a Arena da Barra e o Maracanãzinho ainda estavam indisponíveis em virtude dos Jogos Olímpicos e as partidas aconteceram no ginásio do Tijuca Tênis Clube e de São Januário. 

No confronto decisivo pelo estadual, o Vasco alegou falta de segurança para o jogo com torcida única rubro-negra, não compareceu, levou o W.O. e o título foi para a Gávea.

Pelo NBB, o clássico estava inicialmente marcado para o dia 18 de dezembro do ano passado, mas ainda sem ginásios disponíveis, ele foi adiado para este sábado (28).

*A reportagem indicava erradamente um equívoco da PM em relação a consideração feita para o jogo do Botafogo na mesma data. De fato, o Alvinegro enfrenta o Nova Iguaçu, pelo Campeonato Carioca, às 17h.

Basquete