PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Astros dos Warriors chamam derrota na estreia de "tapa na cara"

Thearon W. Henderson/Getty Images/AFP
Imagem: Thearon W. Henderson/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

26/10/2016 12h31

“Um tapa na cara.” Foi desta forma que duas das estrelas do Golden State Warriors, Kevin Durant e Stephen Curry, descreveram a imponente derrota por 129 a 100 para o San Antonio Spurs na noite de terça-feira (25). O resultado foi surpreendente pela pré-temporada badalada que a equipe viveu antes de finalmente estrear na NBA diante do seu torcedor, na Oracle Arena.

Vice-campeões da temporada passada, os Warriors investiram pesado e montaram um supertime para recuperar o posto de melhor equipe de basquete do mundo. Se desfizeram de Harrison Barnes e Andrew Bogut, titulares nos dois últimos anos, para abrir espaço para a chegada de Kevin Durant, montando uma equipe apontada como ampla favorita ao título.

Na estreia, um balde de água fria. “É o primeiro jogo em casa, havia muita energia na arena. Era muita antes do jogo, então os caras podiam estar um pouco tensos. Mas, ei, é basquete da NBA. Eu acho que acalmamos no segundo tempo, mas eles já estavam muito à frente. Não podemos esperar metade do jogo para jogar um bom basquete”, analisou Durant.

O ala foi o cestinha da equipe na partida, com 27 pontos, e somou dez rebotes, quatro assistências, duas roubadas de bola e dois tocos, mas acabou ofuscado pelo jogo mais produtivo da carreira do ala rival. Kawhi Leonard teve a noite mais prolífica da carreira, com 35 pontos, mais cinco rebotes, cinco roubadas de bola e três assistências.

“Não foi por causa do Kevin (Durant) de forma alguma”, isentou o técnico Steve Kerr após o jogo, o qual ele minimizou o resultado. “Vai ter muita coisa escrita sobre o nosso time amanhã e muita exposição. Obviamente a maioria, tudo, vai ser ruim amanhã. Provavelmente vamos vencer uns jogos em sequência e todo mundo vai dizer: ‘Nossa, eles parecem muito bem e vão vencer os jogos restantes dessa temporada.’”

Astro do time nas últimas temporadas, Curry acusou o começo ruim do jogo para o resultado surpreendente.

“Não tínhamos respostas no começo e todo erro que cometemos eles responderam. É um belo pequeno tapa na cara. Primeiro jogo você quer vir, proteger o mando de jogo, viver a energia do jogo de abertura e não fizemos nada para isso acontecer”, declarou o armador, MVP das duas últimas temporadas da NBA.

Draymond Green, líder do time em quadra nos últimos anos, também analisou a partida e previu o que críticos iriam dizer. “Eu tenho certeza que a história amanhã será: ‘KD (Durant) acabou com a química e não temos como vencer com KD’. Estamos esperando ansiosamente por isso, sabemos que está a caminho”, declarou.

“Tomamos um soco na boca. E eu não sei se isso foi uma coisa ruim para gente”, concluiu o ala-pivô.

Os Warriors terão dois dias para se recuperarem da derrota para os Spurs, já que voltam a quadra na próxima sexta-feira (28), fora de casa, contra o New Orleans Pelicans.

Basquete