PUBLICIDADE
Topo

Ação arrecada doações de alimentos na ciclovia do rio Pinheiros, em SP

Arrecadação de alimentos não perecíveis na ciclovia do rio Pinheiros - Divulgação
Arrecadação de alimentos não perecíveis na ciclovia do rio Pinheiros Imagem: Divulgação

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

21/05/2021 10h25

Quem passa de bicicleta pela ciclovia do rio Pinheiros, em São Paulo, não precisa desviar o caminho para doar alimentos não perecíveis para quem precisa. Uma ação para fortalecer a campanha "Tamo Junto na Luta", com o objetivo de minimizar os impactos da pandemia nas comunidades mais vulneráveis do país, está recolhendo doações por meio de carrinhos de supermercado localizados em alguns pontos da pista, até o dia 3 de julho.

Os ciclistas poderão colaborar com doações de alimentos que serão destinados a entidades que assistem pessoas em estado de vulnerabilidade, por meio do Fundo Social de São Paulo. Os interessados não precisam mudar o seu percurso, já que haverá pontos de coleta em quatro trechos da ciclovia: nos acessos da Vila Olímpia, Miguel Yunes, Cidade Jardim e Cidade Universitária.

De acordo com os organizadores da iniciativa, um voluntário cadastrado pela plataforma Transforma Brasil é responsável pela retirada e logística de distribuição das cestas básicas, que serão armazenadas em um galpão na Barra Funda, ao lado da estação de trem.

"As retiradas dos alimentos vão acontecendo conforme os carrinhos vão enchendo e assim que evoluirmos no número de alimentos doados e consequentemente no número de cestas, divulgaremos quais comunidades serão atendidas", informam os representantes da plataforma de voluntariado, que tem parceria com a Farah Service, gestora da ciclovia.

Vale lembrar que os alimentos para doação devem ser não perecíveis, como macarrão, feijão, soja, arroz, café, fubá, açúcar, polvilho, farinha de trigo, cevada, leite em pó e óleo, entre outros produtos.