PUBLICIDADE
Topo

Como funciona o veto da Ferrari a famosos como Bieber e Kardashian

Ferrari 458 de Justin Bieber - Reprodução
Ferrari 458 de Justin Bieber Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/05/2022 11h04

Criteriosa em como seus produtos são utilizados por seus clientes, a Ferrari costuma repreender modificações em seus veículos, incluindo nomes como Kim Kardashian e Justin Bieber em sua lista de indesejáveis. Mas como funciona esse veto para que as celebridades criativas demais adquiram modelos da marca italiana?

Primeiramente é necessário explicar que, apesar de estar se tornando famoso, esse veto da montadora é limitado. Até porque qualquer artista conseguiria ir a uma loja e registrar o carro no nome de outra pessoa. Ou comprá-lo através de uma empresa ou no mercado de seminovos.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Sendo assim, na prática o veto funciona apenas para veículos especiais e bem limitados, que dificilmente alguém sem o aval da montadora consegue comprar.

De acordo com o site Auto Evolution, carros como LaFerrari e Enzo são oferecidos a compradores selecionados. Para entrar nessa lista seleta, há uma série de regras: o interessado deve possuir várias Ferraris normais e nenhum Lamborghini. Também não pode criticar publicamente carros da montadora de Maranello.

"A Ferrari se reserva o direito de decidir sobre edições especiais", disse a montadora em comunicado ao jornal Marca. O que deixa claro que é possível para estas celebridades comprarem veículos da Ferrari normais, mas não seus carros especiais.

A lista de indesejados da Ferrari normalmente é composta por pessoas que a marca considera terem desrespeitado seus carros. No caso de Bieber, foram feitas modificações contra os desejos da empresa. Este mesmo ponto, o artista Deadmau5 foi convencido pela montadora a desistir do projeto de uma Ferrari com o tema do meme "Nyan Cat".

Outro motivo para o veto da Ferrari é dirigir mal ou apresentar mal os veículos da empresa em público.

    Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.