PUBLICIDADE
Topo

Filtros de escapamentos viram droga e causam surto de roubos de veículos

Droga "Bombe", que utiliza catalisador de carros, é consumida - Reprodução
Droga "Bombe", que utiliza catalisador de carros, é consumida Imagem: Reprodução

Do UOL

Em São Paulo (SP)

29/09/2021 12h12

Uma nova droga derivada de filtros de escapamento esmagados está preocupando as autoridades no Congo. No momento, o país é palco de um crescimento expressivo do roubo das peças para a produção do "Bombe" - que significa "poderoso" na língua local.

Só no mês de agosto, a polícia local prendeu cerca de 100 pessoas - entre traficantes e usuários - na cidade de Kinshasa.

"Este fenômeno social exige responsabilidade coletiva de toda a nação", disse o presidente Felix Tshisekedi.

Em uma reportagem da Reuters, usuários foram entrevistados. Para usar a droga - um pó marrom - eles a misturam com comprimidos amassados com a parte de trás de uma colher. A mistura se torna o chamado "Bombe". Seu efeito pode fazer com que os usuários fiquem imóveis por horas ou durmam por dias.

"Costumávamos beber uísque muito forte... éramos inquietos e machucávamos as pessoas", disse Cedrick, de 26 anos, líder de uma gangue.

"Mas o bombe te acalma, te cansa. Você fica em algum lugar de pé ou sentado por muito tempo. Quando terminar, vai para casa sem incomodar ninguém."

O pó marrom é obtido a partir da trituração do núcleo cerâmico do 'favo de mel' dos catalisadores. Eles são misturados com pílulas de vitaminas e comprimidos para dormir, ou sedativos e até tabaco. Ainda não se sabe como são os efeitos do uso a longo prazo. Especialistas alertam de que metais nos catalisadores podem causar câncer.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.